Moraes determina bloqueio de perfis de bolsonaristas em redes sociais no exterior

Foto: reprodução/Pedro Ladeira/Folhapress

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, determinou o bloqueio de contas de bolsonaristas em redes sociais hospedadas no exterior. A decisão de Moraes incide sobre perfis de apoiadores de Jair Bolsonaro que já haviam sido bloqueados no Brasil na sexta-feira, 24, e foram registrados como sendo de outros países para escapar da decisão judicial.

Entre as contas suspensas internacionalmente estão a da militante Sara Winter, a do ex-deputado federal e presidente do PTB, Roberto Jefferson, a do empresário Luciano Hang e as dos blogueiros Allan dos Santos, do site Terça Livre, e Bernardo Kuster, do site Brasil Sem Medo.

Ao Painel, da Folha de S. Paulo, o Twitter enviou nota dizendo que a decisão de Moraes é desproporcional.

“O Twitter bloqueou as contas para atender a uma ordem judicial proveniente de inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF). Embora não caiba ao Twitter defender a legalidade do conteúdo postado ou a conduta das pessoas impactadas pela referida ordem, a empresa considera a determinação desproporcional sob a ótica do regime de liberdade de expressão vigente no Brasil e, por isso, irá recorrer da decisão de bloqueio”, escreveu a empresa em nota.

Fonte: Congresso em Foco

1 Comentário

  1. Alguém ainda tem dúvidas de quem (terroristas dos stf) manda no gado deste país?? não que eu defenda esses nomes citados, mas se é pra um é pra todos! Onde está a censura, intolerância, preconceito e discriminação pra com os militantes de outros partidos hein?? só eles poderiam exercer a dita: “democracia e liberdade de expressão, ideias, pensamentos” Bizarro!

Deixe uma resposta