Lei quer obrigar afixação de nomes de médicos em atividade nas unidades de saúde de Blumenau

Foto: Secom/Divulgação

O projeto é do vereador Alexandre Caminha (PP) e foi aprovado na sessão da última quinta-feira. Determina que os postos e centros de saúde do SUS, por intermédio da Secretaria Municipal de Promoção da Saúde – SEMUS, deverão disponibilizar ao público, de modo facilmente legível e em local visível, os horários de atendimento de todos os seus profissionais de saúde e respectivas especialidades em cada unidade.

Segundo a justificativa do autor, a proposta visa atender a diversos direitos básicos, como o de acesso a informações, facilitando desse modo também o acesso aos serviços de saúde, deixando estabelecidos os horários e especialidades dos médicos em cada unidade de atendimento, apresentando a informação de maneira visível e prática para aqueles que não conseguem obtê-la por meios tecnológicos. Evita-se, dessa forma, que conflitos sejam gerados caso algum munícipe permaneça muito tempo na fila para ser informado que tal especialidade não é atendida em tal unidade.

A proposta já acontece em Brusque.

O projeto ser votado em redação final na Casa antes de ser encaminhada à sanção do prefeito.

1 Comentário

  1. Deveriam agregar a este projeto o nome de todos os servidores concursados e comissionados que atuam em todas as dependências , só assim podemos fiscalizar , já que quem é pago para fiscalizar
    o executivo não o fazem .

Deixe uma resposta