John Mueller e Mazin Silva se apresentam em live show do SC Criativa, neste sábado

Arte: divulgação

Neste sábado, dia 06 de junho, o cantor e compositor John Mueller e o guitarrista e violeiro Mazin Silva se apresentam na live show Santa Catarina Em Cantos, do SC Criativa. Os artistas blumenauenses irão tocar, cantar e contar um pouco da trajetória de cada um, às 13h30, pelos canais do Youtube e Facebook @sccriativa.

Mueller e Mazin são catarinenses premiados, entre os destaques estão Prêmio Grão de Música a John Mueller, em 2019, e Prêmio Samsung E-Festival Instrumental a Mazin Silva, em 2018. A live show Santa Catarina Em Cantos é um espaço direcionado a entrevistas e apresentações culturais. Já o movimento SC Criativa surgiu em dezembro de 2018 e é integrado por profissionais de design, animação, comunicação, moda, games, arquitetura, tecnologia, turismo, música, teatro e todos que se conectam para levar cultura e reflexão crítica à comunidade.

“A estreia da nossa live show foi um sucesso e estamos ansiosos pelas próximas edições. Além de trazer grandes nomes da música de Santa Catarina nas tardes de sábado, nosso objetivo é ajudar estes mesmos artistas abrindo espaço para que os espectadores possam doar aos músicos o valor que puderem para cobrir a falta de atividades gerada pelo distanciamento social causado pela Covid-19”, explica um dos idealizadores do SC Criativa, Marlon Souza.

Para apoiar a manutenção do artista e das parcerias basta fazer uma contribuição espontânea pelo linktr.ee/johnmuelleroficial

John Mueller

É cantor e compositor de Música Popular Brasileira (MPB). Nasceu em Blumenau. É vencedor do Prêmio Grão de Música 2019, sendo o único catarinense entre os 15 artistas brasileiros premiados no Teatro Olido (SP), entre eles, Rolando Boldrin. Indicado como Melhor Autor no Prêmio Profissionais da Música Brasileira 2019. Possui dois álbuns solos: “Por Um Fio”, gravado em 2014, no Rio de Janeiro, com produção de Jorge Helder (Baixista de Chico Buarque e Maria Bethânia) e dos músicos Armando Marçal (na percussão), Cristóvão Bastos (no piano), Jorge Helder (no baixo), Kiko Freitas (na bateria) e Ricardo Silveira (na guitarra). O segundo álbum, “Na Linha Torta” (2018) foi gravado no Estúdio The Magic Place, em Florianópolis, e teve participações especiais de Guinga, Cristóvão Bastos, Bruno Moritz, Fabi Félix e Ana Paula da Silva, com produção, novamente, de Jorge Helder, e com o time de músicos que sempre tocaram com John Mueller, Caio Fernando (no baixo), Mazin Silva (na guitarra), Jimmy Allan (na bateria), Rafa Girardi (no piano) e Ruan Mueller (percussão e bateria). Foi o único brasileiro selecionado para o Festival Internacional de Cantautores, na Costa Rica, em 2018. Foi vencedor da categoria Melhor Cantor no Prêmio da Música Catarinense 2018. Ainda, em 2018, fez turnê internacional e obteve críticas nos melhores jornais e mídias brasileiras sobre os discos, entre eles Mauro Ferreira, do G1 Globo; Tarik de Souza, jornalista e crítico musical de alto gabarito da música brasileira; também por Carlos Calado, citando o álbum “Na Linha Torta” entre os melhores discos de 2019; matéria na Folha de São Paulo, por Carlos Bozzo, e também no Zero Hora, por Juarez Fonseca. Esteve em destaque no Canal de Música “Um Café Lá em Casa”, por Nelson Faria, sendo citado no programa Talentos 2019. Agora, em 2020 irá gravar o terceiro disco e DVD já com participações confirmadas de grandes nomes da Música Brasileira. Insta @johnmuelleroficial

Mazin Silva

É guitarrista e violeiro brasileiro. Nasceu em Blumenau (SC). Aos oito anos começou a estudar guitarra e violão por influência de seu pai e do irmão mais velho. Aos 12 anos já tocava na banda da família, chamada de Os Regionais. A musicalidade de Mazin Silva é genuinamente brasileira, toca desde samba, baião, bossa nova, jazz a rock, baladas e músicas regionalistas do Sul do Brasil. Suas maiores influências musicais: Hermeto Pascoal, Guitarrista Bonitinho, Hélio Delmiro, Pat Metheny, Heraldo do Monte, Mike Stern, Toninho Horta, Wes Montgomery dentre outros. Em 2005, lançou o CD “Curumin”; em 2006 e 2007 lançou o CD e DVD “Balaio de Gato”, respectivamente. Em 2008, lançou duas vídeo-aulas “Guitarra Iniciante” e “Ritmos Do Brasil”. Em 2009, lançou o DVD “Lar dos Sonhos”, e em 2012 o CD “Andrew”. Em 2013, lançou o CD “Quântico”, parceria com o cantor e compositor Raul Misturada; em 2014, o CD “De Norte a Sul” e em 2015, o CD “Lumina”, outra parceria com o artista Raul Misturada. Em 2016, lançou o DVD “Mazin Silva – Por Inteiro”; em 2017, CD “Grupo Gamm” e em 2018, o CD “Quinteto Mazzaropi”. O músico se apresentou em 2017 e 2018 no Festival de Música de Itajaí. Foi selecionado duas vezes, em 2017 e 2018, para o Circuito Sesc de Santa Catarina. Em 2018, foi convidado para apresentar-se no Femucic 40 anos, em Maringá, no Paraná. Mazin Silva se apresentou em vários festivais, dentre eles o Festival Abrazos (Europa), Festival Spah (Sacramento – EUA), Cascavel Jazz Festival (PR – Brasil), Bluinstrumental (Blumenau – Brasil), Festival SESC Panorama (Jaraguá do Sul – Brasil) e Festival Tagima Dream Team (SP – Brasil). O guitarrista foi o vencedor do concurso do programa “Legendários” (2014), com o apresentador Marcos Mion, na RIC Record São Paulo, e se apresentou no Programa do Ratinho (2018), SBT TV, a convite do próprio apresentador. Mazin Silva é patrocinado pela maior marca de guitarras do Brasil, a Tagima, pela marca Mac, onde assina um cabo para instrumentos musicais (Signature Mazin Silva) e pelas cordas Magma (Argentina). Vencedor do Prêmio Samsung E-Festival Instrumental 2018. Insta @mazinsilvaoficial

Fonte: Nane Pereira Comunicação e Arte

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta