Em reunião, PSB reforça pré-candidatura de Arnaldo Zimmermann em Blumenau

A Executiva municipal do PSB de Blumenau se reuniu com o presidente estadual do partido, Cláudio Vignatti e  para debater a importância da sigla ter candidato a prefeito nas eleições deste ano.

A reunião, dentro de todas as condições de higiene e segurança, ocorreu na tarde deste sábado (04) em Blumenau. A ideia era reunir poucas pessoas (somente a direção executiva local) devido aos cuidados com o distanciamento social.

No encontro, o presidente Cláudio Vignatti reforçou a importância de Blumenau ter candidato a prefeito pelo partido. Entre as três cidades do estado onde as eleições ocorrem em dois turnos, Blumenau deve ser a única com candidato do PSB na cabeça de chapa, virando desta forma uma das prioridades entre os maiores municípios do estado, segundo Vignatti.

Durante a próxima semana segue agenda de contatos com outros partidos a fim de discutir uma coligação para uma chapa alternativa nas eleições deste ano em Blumenau. “Não se trata mais de velha ou de nova política, mas de uma política decente, que é o que a população deseja” (Arnaldo Zimmermann, pré-candidato a prefeito de Blumenau e presidente municipal do PSB).

Não é uma conversa fácil  no campo da esquerda de Blumenau. Muito dificilmente o PT deixaria outra sigla e Arnaldo serem cabeça de chapa nesta eleição que será tão difícil para partidos do campo de esquerda na cidade.  Exceção seria para João Natel, no PDT, muito mais pela figura do ex-reitor da FURB João Natel, do que pelo partido em si.

Arnaldo diz que não há conversa formal com os partidos do campo dito de esquerda, e que as ocorreram não diferem dos diálogos que estão sendo feitos com outras siglas, como Cidadania e o PL,de Bruno Cunha e Ivan Naatz, respectivamente.

O jornalista e radialista, ex vereador, foi candidato a prefeito há quatro anos pelo PCdoB, recebendo pouco mais de 10 mil votos, concorrendo pelo PCdoB, superando o PT.

 

1 Comentário

  1. Para que serve a “Esquerda”?

    Para que serviu a “Esquerda”?

    A “Esquerda” se uniu ao maior corrupto da história do Brasil e, se alguma credibilidade tinha, a jogou no lamaçal fedorento da INDECÊNCIA.

    Agora é tarde!

Deixe uma resposta