Eleições 2016: a briga nos tribunais

Esta briga muitas vezes não aparece para o eleitor. Mas em todas as candidaturas, existem aqueles que ficam de olho no que os concorrentes estão fazendo e a cada ação, provocam uma reação.

Principalmente no que diz respeito a propaganda eleitoral, gerando muito trabalho para a Justiça Eleitoral.

Os principais questionamentos são feitos pela chapa de Jean Kuhlmann (PSD) contra a  propaganda de Napoleão Bernardes (PSDB). Vão desde questões como a locução feita nos programas tucanos até o tempo dos depoimentos  de pessoas “alheias” a candidatura. Neste último caso, a juíza responsável, Quitéria Tamanini Vieira Péres, não acolheu o pedido. Sobre o outro, ainda não houve sentença.

A juíza também se manifestou favorável para o candidato Napoleão e o candidato a vereador Zeca Bombeiro (SD), em postagem nas redes sociais consideradas ofensivas e inverídicas. Mas os acionados não são , em tese, de candidaturas A ou B.

Por enquanto a única condenação a algum candidato refere-se a João Paulo Taumaturgo, que postula uma vaga de vereador pelo PSDB. Foi multado em R$ 10 mil por propaganda antecipada.

Quer acompanhar os processos, eles estão aqui.

tribunais

1 Comentário

  1. As briguinhas judiciais entre candidatos muitas vezes não são de conhecimento público, mas atualmente temos o Informe Blumenau para nos deixar informados ,
    parabéns pelas reportagens , mantendo o seu leitor informado ajuda a saber o
    que ocorre nos bastidores da política , se podemos chamar isto de política .

Deixe uma resposta