#Ele não! Ato contra Bolsonaro é o maior (até agora) em Blumenau nesta campanha

Foto: Fernando Krieger/Informe Blumenau

Calma gente! Não acho que Blumenau mudou de posição, a cidade dará a Jair Bolsonaro uma de suas maiores votações proporcionalmente, na comparação com os adversários. Vai ser um baile a favor do candidato à Presidência pelo PSL.

Mas é fato que muita gente – na sua maioria mulheres jovens – esteve na Praça Dr. Blumenau neste sábado, 29, e depois saiu em caminhada pela Rua XV.

Não gosto de estimar números, mas discordo dos apresentados pela Polícia Militar para o Grupo NSC, assunto para outra postagem. Segundo a PM tinham 150 manifestantes – na carreata Pró-Bolsonaro mil!

Mas é possível contabilizar, olhando por cimas as imagens e contando cabeças, visualizar muito mais gente, num sábado a tarde, que justifica o título desta postagem, de ser o maior ato desta campanha eleitoral até agora em Blumenau.

Interessante que foi um movimento contra um candidato e não a favor de um. É claro que o ato tem um viés ideológico, de esquerda, mas é muito mais de no que diz respeito ao liberdades individuais do que político partidário.

Tanto que um candidato que estava lá – Célio Hohn, do PCdoB – , foi interpelado por algumas pessoas – da organização e manifestantes – por supostamente estar querendo se “auto-promover” nas redes sociais.

Tinha gente de partidos políticos e sindicatos – minoria, muito minoria -, mas estavam como “pessoas físicas”, como cidadãos.

Nos discursos, os posicionamentos foram contra qualquer tipo de preconceito e respeito aos direitos individuais. Pelo fim da disseminação da cultura do ódio, da intolerância.

Foto: Informe Blumenau

A caminhada pela Rua XV, no final do ato, deu a dimensão do ato, justificando o título desta postagem. É só olhar e ver qual outro ato nesta campanha eleitoral reuniu tanta gente.

Foto: Informe Blumenau

Blumenau continuará votando em massa no Bolsonaro. Mas nem todos, tem gente que pensa diferente. Este é o grande barato da Democracia, que temos que valorizar, seja qual for o resultado das urnas.

É isso que o ato desta sábado, “Mulheres Unidas Contra Bolsonaro em Blumenau”, desnuda. A diversidade.

PS:

Lá pelas tantas, fui para o outro lado da rua para tentar uma foto melhor e encontrei uma importante liderança empresarial da cidade, que estava pedalando. Puxou conversa. Falamos sobre a boa adesão, queixou-se da falta de bandeira do Brasil no ato e disse: “pelos menos sabemos quantos viados Blumenau tem,” rindo.

Me despedi, incomodado. Por conta de posturas como essa, é preciso dizer.

#Ele Não!

Temos outros 12 candidatos.

6 Comentário

  1. A resposta do empresário pode não ter sido a esperada, porém convenhamos que não riu? ???????

  2. Manifestação deste porte para a melhoria da EDUCAÇÃO, SAÚDE e outras necessidades básicas urgentes não acontecem… Me pergunto porque???
    Confesso que teorias especulo… porém são apenas teorias…!
    O que de fato procuram estes tipos de manifestações??
    Firmar alguma posição social?? Encher a mídia de coisas???
    Sou ignorante neste assunto, no entanto, deveríamos ser mais pró-ativos e visualizarmos o contexto geral e avaliar o que queremos mais adiante, pois o passado não nos deixou um legado para o futuro a ponto de repetir o que esta aí…
    Não sou adepto de algumas falas, discursos ou posições, no entanto quando VC troca de carro ou muda de emprego o intuito é de melhorar sempre e continuadamente, as vezes quebramos a cara as vezes acertamos…
    Gosto muito do meu país, do hino e da bandeira… e acredito baseados em meus princípios e valores no lema da bandeira nacional “ORDEM E PROGRESSO”

  3. Porque não foram as ruas fazer campanha para os seus candidatos ao invés de ir em desencontro as opiniões diferentes das deles . E ainda falam em democracia , qual ?

    Isto cheira a apoiador de presideiario , sindicatos e os defensores das ideologias de genero .

Deixe uma resposta