Edital do transporte coletivo vai atrasar. Será que sai antes da eleição?

Foto: Michele Lamin/Secom PMB

Agosto terminou e a Prefeitura não lançou o edital do transporte coletivo conforme havia acenado.

Empacou nas respostas aos 30 questionamentos feitos pelo Tribunal de Contas do Estado na minuta apresentada pelo Município no início de junho.

Foto: Michele Lamin/Secom PMB
Foto: Michele Lamin/Secom PMB

E deve demorar mais um pouco.

A administração tucana poderia acatar as orientações do órgão consultivo e fiscalizador, mas buscará argumentar junto ao TCE. Não concorda com as ponderações apresentadas pelo conselheiro Julio Garcia, a partir do entendimento do corpo técnico daquele órgão.

E, mesmo que não precise, antes de lançar definitivamente o edital, vai apresentar a nova versão da minuta  ao TCE, com as respostas aos questionamentos feitos. Provavelmente nos próximos 10 dias.

Ou seja, provavelmente, este novo edital não será lançado antes de outubro e do primeiro turno das eleições.

Uma licitação deste porte é nitroglicerina pura. No contexto de Blumenau, com tudo que envolveu a caducidade do Siga e da vinda da Piracicabana, eleva-se a décima potencia.

Em ano eleitoral então, nem se fala.

É neste contexto que trabalha a comissão especial criada para elaborar o edital. Tentará levar novos argumentos ao conselheiro que emitiu o  parecer, o ex-deputado Julio Garcia.

A ideia é enviar respostas as ponderações, mas a proposta original do edital deverá ser mantida.

O ponto mais polêmico diz respeito ao pagamento da outorga prevista, no valor de R$ 5 milhões. O TCE considera que a exigência beneficiaria a Viação Piracicabana, que opera em caráter emergencial. Para entender, vá aqui.

O documento com os questionamentos do TCE, você confere aqui.

2 Comentário

  1. Será que o prefeito em
    exercício terá coragem de assinar estr edital??? Poucos meses no Poder e uma
    “Bucha” no curriculum

  2. Deveriam esperar…o contrato na possui vícios…se mudar o prefeito…

Deixe uma resposta