Deputado Laércio critica fala de governador sobre sonegação de empresários

Foto: Alesc

O 1° Secretário da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), Deputado Laércio Schuster (PSB) refutou, na tribuna da Alesc nesta quinta-feira (21/11), a declaração do Governador Carlos Moíses da Silva (PSL) de que a sonegação em Santa Catarina chegue a R$ 10 bilhões. “É inaceitável que o Governador do Estado acredite que todo microempreendedor, o pequeno e grande empreendedor catarinense sejam sonegadores”, disse o parlamentar.

Carlos Moisés apresentou este número para empresários da FIESC, em encontro que tinha outra agenda e mais uma vez recebeu tiroteio de tudo quanto  é lado: na Assembleia, em sindicatos de classe  e entidades empresariais. Segundo está no portal da NSC ele falou que “nem todos empresários sonegam, mas alguns sonegam, precisamos fazer uma maior justiça tributária.”

A posição do Deputado Laércio se baseia na manifestação feita pelo Sindicato dos Fiscais da Fazenda do Estado de Santa Catarina (Sindifisco) sobre a polêmica. De acordo com os auditores fiscais do Estado, o valor apresentado pelo Governador Moíses é incompatível com a arrecadação de Santa Catarina. Em resposta, o Sindifisco aponta que seria preciso que a arrecadação total do Estado fosse quatro vezes maior do que é hoje para que a sonegação chegasse aos R$ 10 bilhões.

Olha, a generalização do governador é errada. Mas o tema é pertinente.

1 Comentário

  1. Achei a exposição do governador coerente.

    O deputado é que deveria usar do seu mandato para defender e enaltecer os empresários que agem corretamente e não se condoer com os sonegadores!!

Deixe uma resposta