Chuva causa devastação e provoca morte em Santa Catarina

Foto: Prefeitura de Bombinhas

A distância, acostumados com este tipo de situação, acompanhamos a força da chuva da noite e madrugada que causa estragos em várias cidades litorâneas, em especial em Florianópolis, Bombinhas, Porto Belo, Balneário Camboriú e Itajaí.

As imagens que acompanhamos pelas redes sociais são impressionantes e os dados da Defesa Civil do Estado nas últimas 48 horas apontam 390 desalojados, 414 desabrigados/afetados, 103 residências, uma criança morta em São João Batista, um ferido e uma pessoa desaparecida em Balneário Camboriú.

Várias estradas estão interditadas ou abertas de forma precária, como o acesso à Bombinhas, onde estão muitos blumenauenses.

Segundo a Defesa Civil, a situação mais crítica é em Florianópolis, onde já choveu  mais de 300mm, volume que supera a média climatológica do mês de janeiro. Nas demais regiões do Litoral, o total de chuva nestes três dias ficou entre 30mm e 50mm.

As ocorrências como alagamento e deslizamentos de terra foram registrados nos municípios de Lauro Muller, na região da Serra do Rio do Rastro, Imbituba, Florianópolis, Braço do Norte, São José, São João Batista, Biguaçu, São Francisco do Sul, Penha, Itapema, Balneário Camboriú, Itajaí, Bombinhas, Navegantes, Taió, Camboriú, Porto Belo, Governador Celso Ramos e Tijucas.

A meteorologista da Epagri/Ciram Laura Rodrigues alerta:” a chuva ainda vai ser intensa nesta quinta-feira. Na sexta-feira, a chuva começa a diminuir. No sábado e domingo, a previsão indica sol. Toda essa chuva é favorecida pela evaporação do mar, que está aquecido, e os elevados índices de umidade do mar que são transportados para as cidades litorâneas.”

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta