Áudio: “o relatório será no estilo Ivan Naatz”, diz deputado sobre parecer a ser encaminhado à CPI

Foto: Solon Tavares/Alesc

O deputado estadual Ivan Naatz (PL), relator e proponente da CPI que investiga a compra de 200 respiradores pelo Governo do Estado junto a Veigamed, está com o relatório pronto. Agora vai apresentar para seus colegas de CPI, para chegar a um consenso e tentar uma aprovação unânime. Quer ainda adiantar a entrega e fazer com que a votação aconteça ainda nesta quinta-feira, 13.  A data inicial estava prevista para os dias 18 e 20 de agosto, com leitura preliminar e apresentação final, respectivamente.

Nesta segunda-feira, deu entrevista para o colega Paulo César da Silva, o PC, na Rádio Nereu Ramos, mas não quis adiantar o teor, até pela necessidade de apresentá-lo antes aos colegas parlamentares. Mas nas entrelinhas deixa claro o conteúdo.

“Será um parecer no estilo Ivan Naatz”, disse em determinado momento da entrevista. Noutro fez questão de frisar que será um relatório para ficar na história, servir de exemplo para o Brasil, “acabar com aquela imagem que CPI sempre termina em pizza”.

Sem citar nomes, disse que o relatório vai implicar servidores do Governo. “Gente que tinha obrigação de fazer e não fez, que tinha obrigação de fiscalizar e não fiscalizou, gente que foi displicente. Eles fizeram esta compra, R$ 33 milhões de uns guris que fizeram um grupo de Whatsapp.”

Novamente chamou o governador Carlos Moisés de mentiroso e indicou que secretários de Estado tem responsabilidade na compra. “Vamos deixar claro a responsabilidade de cada um”, afirma.

A entrevista completa ao PC você acompanha abaixo

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta