Algum coelho sairá da cartola em Blumenau para eleição de 2020?

Na última sexta-feira, 4, ficamos há um ano das próximas eleições municipais, quando escolheremos prefeitos e vereadores.

Em Blumenau, teremos alguma surpresa, algum “coelho na cartola” que possa ser tirado por algum partido?

Como não podem ser chamados de candidatos, tem dois pré-candidatos naturais. O prefeito Mário Hildebrandt (sem partido) deverá tentar a eleição, ele que era vice na chapa de Napoleão Bernardes (PSD) em 2016.

Já o deputado Ricardo Alba (PSL), também deve colocar o nome a disposição, por ter sido o parlamentar mais votado em 2018 e pela afinidade com o presidente Jair Bolsonaro (PSL).

No PSL pode ter uma surpresa, que seria a candidatura do comandante do 10º BPM, Jefferson Schmidt, isso se Alba entendesse que não deveria ser candidato.

E quem mais?

Tem gente que aposta no ex-prefeito João Paulo Kleinübing (DEM), mas eu duvido que ele venha para um enfrentamento com Mário Hildebrandt, pois os dois são do mesmo “time”, do mesmo grupo político.

Ana Paula Lima (PT) passa a ser um nome considerado caso consiga assumir a cadeira na Câmara dos Deputados, apesar da rejeição que o Partido dos Trabalhadores tem em Blumenau.

Pela esquerda, Arnaldo Zimmermann (PCdoB) sonha em construir uma frente com seu nome liderando, mas terá o mesmo problema de Ana Paula, o espectro político.

Ivan Naatz, se conseguir resolver sua pendência com o PV, pode novamente colocar o nome a disposição, pois como deputado não teria muito a perder.

O presidente da Câmara Municipal, Marcelo Lanzarin (MDB), tem ensaiado alguns movimentos que podem sinalizar um projeto maior para 2020, mas considero difícil a conjuntura para ele.

O partido Novo tem trabalhado o nome de dois candidatos, o advogado Dante Arend e o empresário Anselmo Medeiros.

Os nomes de empresários como Ronaldo Baumgarten Júnior e Ricardo Stodieck são ventilados por algumas siglas, mas duvido que abram mão do projeto profissional para se arriscarem. Baumgarten já me falou que sua prioridade é a empresa e a FIESC e Stodieck tem se dedicado ao empreendimento imobiliário.

Outro nome bastante lembrado e que tem se exposto bastante é o do promotor público Odair Tramontin, também sonho de consumo de muitas siglas. Para mim, já falou que não seria candidato, mas algumas pessoas tem dúvidas disso.

Os três seriam novidades de fato no processo eleitoral, mas não apostaria neles na disputa.

Outro empresário de peso é Jorge Cenci, da Sênior Sistemas, que quer ter seu nome numa majoritária para buscar seu sonho, ser deputado. Mas pelo resultado obtido em 2018, quando tentou vaga para a Câmara, teria poucas chances eleitorais.

Esqueci alguém?

4 Comentário

  1. Eu vejo com bons olhos o Arnaldo Zimmermann, era o mais preparado na última eleição e não tem rejeição.

  2. Não entendi o por quê da pargunta supondo esta polaridade ???

  3. Teremos muitos coelhos saindo das cartolas , pois agora começa o loteamento das secretárias e autarquias , a promessa de cargos comissionados para os apoiadores de campanha , as mazelas que envolvem os políticos sem caráter , sem dignidade .
    O povo já deveria estar vacinado , não votar em ninguém para reeleição, procurar candidatos que tenham capacidade técnica , que tenham no mínimo um diploma de faculdade , que apresentem capacidade para legislar e gerenciar uma cidade .

    Mas , infelizmente não será isto que veremos em 2020 , veremos pelo menos 50 % de vereadores se reelegendo , mesmo que nada tenham feito nos últimos quatro anos ,veremos candidatos a reeleição respondendo a processos ao Ministério Público , veremos o que sempre vemos .

    No meu caso, vou escolher um candidatos que jamais estiveram na política, saber de seu histórico de vida , saber sem possui capacidade e conhecimento para legislar , prestar
    muita atenção no discurso de campanha , ou seja , escolher alguém que realmente
    represente o povo , que não seja pau mandado de prefeito (no caso de vereador) , que não seja oposição ou situação , mas sim ATUAÇÃO . E para prefeito , bom , temos que saber quem será candidato , mas uma coisa é certa , reeleição não .

Deixe uma resposta