Alexandro Fernandes e Jean Havenstein podem fazer parte da Executiva do PSD de Blumenau

A indicação é do ex-prefeito Napoleão Bernardes, hoje a estrela mais reluzente do PSD ao lado do deputado estadual Ismael dos Santos, que preside a sigla na cidade. Napoleão, que não faz parte da Executiva, indicou seus “fiéis escudeiros”, parceiros de longa data, antes mesmo dele eleger-se prefeito.

Jean Havenstein, que hoje trabalha no gabinete do presidente da Assembleia Legislativa, Julio Garcia, também do PSD, deve ser o vice-presidente. Me confirmou que a conversa está adiantada. O outro é Alexandro Fernandes, convidado para ser o tesoureiro.

Os dois são, além de amigos, os assessores da maior confiança de Napoleão no PSDB na última década e permanecem fiéis ao ex-prefeito.

Recentemente conversei com Alexandro sobre uma possível filiação no PL. Ele confirmou as tratativas, mas garantiu que estava fazendo conversas com outras siglas também e ainda não bateu o martelo sobre o PSD.

A movimentação é interessante, pois os dois acabaram se distanciando do prefeito Mário Hildebrandt e o PSD é um dos partidos que deve apoiar o projeto de reeleição e tenta emplacar na vaga de vice numa eventual dobradinha. Na conversa que tive com Alexandro, ele chegou a dizer que gostaria de trabalhar para um projeto alternativo nas eleições de 2020.

Mas a política é muito dinâmica. E aos poucos, Napoleão está colocando suas digitais no PSD.

2 Comentário

  1. O PSDB se livrou de dois personagens nada ilustres na Política, agora muito me surpreende o tal PSD, que sempre foi um partido bem quisto em Blumenau abrigar estes dois seres , ainda em sua executiva, façam isto aí vão se lascar como o PSDB se lascou. Ainda no assunto gostaria de perguntar ao ilustre vereador e Professor Gilson : o senhor com todo seu prestígio aceitará isto?.

  2. Na política tudo pode , desde que bem negociado .
    Nem PSDB , nem PSD são bem quistos , ambos são meramente partidos políticos que deveriam ser extintos . Cargo comissionado , todos eles querem , esses também .

Deixe uma resposta