A urgência para a Reforma da Previdência, o inquérito que investiga Flávio Bolsonaro e o lobby dos israelenses

Urgência

Em entrevista à Globo News, Davi Alcolumbre (DEM-AP), novo presidente do Senado, estima que em três meses a proposta de Reforma da Previdência estará em votação.

Rodrigo Maia (DEM-RJ) já afirmou que o objetivo é conseguir os votos a favor da reforma em até dois meses e votar a proposta até maio.

Inquérito

A Procuradoria-Geral da República recebeu da Polícia Federal um inquérito que investiga o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) pela suposta prática de falsidade ideológica eleitoral e lavagem de dinheiro.

O caso foi revelado por reportagem do jornal “O Globo” desta quarta-feira (6). O inquérito mira “negociações relâmpagos” de imóveis que, segundo as investigações, resultaram no aumento patrimonial de Flávio.

As suspeitas são que o senador lavou dinheiro por meio da compra de imóveis e declarou à Justiça Eleitoral o valor de um apartamento abaixo do preço real.

Lobby?

Marcos Pontes, ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, voltou de uma viagem a Israel com um novidade: máquinas capazes de fabricar água potável a partir da umidade do ar. A Watergen doou 11 máquinas ao Brasil.

A tecnologia já existe no Brasil pelo meno desde 2010 e é da empresa Wateair, do interior de São Paulo.

“Acho que não é má-fé ou má vontade do governo não, é mérito de um lobby bem feito pelos israelenses”, disse o dono da empresa brasileira ao UOL.

Resumo do Brasil: a urgência para a Reforma da Previdência, o inquérito que investiga Flávio Bolsonaro e o lobby dos israelenses.

Informações: G1, UOL, GloboNews e O Globo

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta