60% da dívida do FGTS na extinta URB já foi paga, diz interventor

Como a Câmara Municipal aprovou um requerimento de autoria do vereador Ito (PL) sobre o pagamento do FGTS para os funcionários demitidos em abril da extinta Companhia Urbanizadora de Blumenau, fui buscar a resposta na fonte, com o interventor Rafael Jansen.

Ele me disse que 60% da dívida com o FGTS – cerca de R$ 3 milhões, de um total de R$ 5 milhões – já foi quitada. São aqueles valores mais baixos. Até o fim do ano serão pagos os trabalhadores que tem cerca de R$ 10 mil para receber de Fundo.

Rafael lembrou que eram 627 trabalhadores, com uma média de R$ 6 mil a receber. Mas tem alguns com valores mais altos, superiores a R$ 20 mil. A estimativa dele é conseguir quitar esta dívida até meados do ano que vem.

Ele explica que a prioridade, neste momento, é quitar o FGTS e as dívidas com a Receita Federal, que caso não sejam pagas, podem inviabilizar outros pagamentos. O interventor disse que os pagamentos são feitos após análise do fluxo de caixa da Prefeitura, feita pelo comitê gestor.

1 Comentário

  1. Como uma empresa com contrato exclusivo com o executivo, sem concorrência , de capital misto chegou na situação da URB ?

    Com a palavra os ex prefeitos e o atual e a Câmara de vereadores .

Deixe uma resposta