Ministério Público do Trabalho recomenda que Prefeitura de Blumenau suspenda demissões na URB

O Ministério Público do Trabalho encaminhou uma notificação à Prefeitura para suspender as demissões coletivas na Companhia Urbanizadora de Blumenau sem que aconteça uma negociação coletiva com os sindicatos dos trabalhadores, determinando a manutenção dos contratos vigentes e a manutenção dos salários até a negociação. Se alguma demissão já ocorreu, ela deverá ser revista, determina a Procuradora do Trabalho Bruna Bonfante.

A Procuradora elenca uma série de ações que devem ser analisadas para tentar evitar a demissão de todos os 600 trabalhadores e caso não seja possível, a adoção de medidas para minimizar os impactos sociais, como compensações financeiras, oferta de cursos de capacitação, cestas básicas e outras. Lembrando que, a maioria dos funcionários da URB, recebe salários baixos.

Vou atrás da Prefeitura, para saber qual a posição.

Atualizando: Por volta das 20h, a Prefeitura se manifestou: 

“Até o final da tarde, a Companhia Urbanizadora não havia sido notificada sobre essa recomendação. Dessa forma, a Companhia opta por se pronunciar apenas após a notificação.”

 

 

 

3 Comentário

  1. Tó num a raiva pois queria saber o que vai ser feito com esses funcionários que não sabem ler e escrever.. Espero que recontratem todos de novo que nem a Blumob fez

  2. Se for negociar com o sindicato, nunca vão deixar fazer as demissões…seja em massa ou não, as empresas têm o direito, cabe às pessoas buscarem seus direitos caso sintam-se levados por falta de algum pagamento, caso houver….é muito sindicalismo nesse país

  3. Adivinhem quem vai pagar a conta deste embrulho ?

    Porque não chamam os vereadores que tinham cargos comissionados na URB para negociar com a justiça do trabalho ?

    Carguinho os vagabundos querem para seus apadrinhados, mas resolver o pepino ninguém vai querer , ou vai ?

    Não me refiro aos cargos dos trabalhadores , falo dos cargos comissionados dos vereadores , pois sabemos que tinha vereador com mais de 15 cargos , mas possa de honesto na câmara .

Deixe uma resposta