Dinheiro para revitalizar a Prainha está garantido. Mas a obra deve demorar

A Prefeitura comemora a confirmação do empenho de quase R$ 5 milhões para a revitalização da Prainha. O OK foi dado ao prefeito Mário Hildebrandt (PSB) na última quinta-feira em Brasília, quando esteve no Ministério de Turismo e foi carimbado oficialmente através de email recebido na segunda-feira.

É para comemorar, mas as obras devem demorar, por algumas situações.

Antes de nada, é preciso fazer pequenas adequações ao projeto original, que contava com uma passarela ligando as duas margens do rio e hoje tem uma ponte prevista.

Mas os dois principais problemas se dão por conta da burocracia e da legislação eleitoral. A Caixa Econômica Federal não tem como assinar o convênio com a Prefeitura até o fim do segundo turno, final de outubro. Só depois do convênio será feita a licitação.

Ou seja, com sorte a revitalização sai do papel no começo de 2019.

O projeto é bacana, prevê a reurbanização do local, restauro do Vapor Blumenau e a colocação de um lâmina de água ao redor, recuperação da Concha Acústica para a realização de eventos, entre outras melhorias.

Frequentei bastante a Prainha em meados da década de 1990. Blumenau merece recuperar este espaço.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta