Vereador Bruno Cunha anuncia saída oficial do PSB e ingresso no Cidadania nesta semana

Foto: CMB

Com a abertura da janela partidária nesta quinta-feira, 5 de março, começará uma debandada de vereadores das atuais siglas para outras.

Um deles é o vereador Bruno Cunha, que promete usar a tribuna da sessão da quinta-feira para anunciar sua saída do PSB e ingresso no Cidadania, ex-PPS.

Vereador mais votado pelo PSB de SC em 2016, Bruno Cunha nunca teve voz partidária na sigla que era comandada pelo grupo do prefeito Mário Hildebrandt, que se desfiliou no final de 2018, por conta da postura de independência adotada no parlamento.

A saída dele era irreversível, mas a demora se deu por duas circunstâncias. O risco de perder o mandato e a dificuldade de encontrar uma sigla viável para o projeto eleitoral de 2020, quando Bruno buscará a reeleição.

No meu entender, ele é um dos parlamentares que deve aumentar a votação com relação a 2016, quando foi o segundo mais votado, com 4.829 votos.

Mas isso não facilitou a vida dele, pelo contrário. Esta perspectiva de boa votação acaba inibindo a construção de uma nominata de vereadores, pois sem alianças, a maioria da siglas fará no máximo um vereador e neste caso a vaga já estaria carimbada.

No Cidadania, Bruno está confiante que poderá construir uma nominata que “promete surpreender”.

O ato de filiação deve acontece no dia 7, com a presença da deputada federal Carmen Zanotto, principal liderança em SC.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta