“Vamos fazer o negócio para a gente ser feliz”, diz gerente de fiscalização da Prefeitura de Blumenau

“Estou falando como gerente da Faema, segunda-feira estou assinando, R$ 15 mil em multas…”, disse o gerente de fiscalização da Faema para as pessoas responsáveis pela  construção de casas geminadas na rua 25 de Agosto, no bairro Fortaleza.

Esta foi uma das expressões gravadas pelas vítimas da tentativa de extorsão por parte de Carlos Alberto Gonçalves. cargo comissionado da Prefeitura de Blumenau, exonerado ainda na sexta-feira, 19, horas depois da ocorrência policial onde foi preso em flagrante.

O Informe Blumenau teve acesso a algumas gravações e é de embrulhar o estômago.

“R$ 3 mil é muito dinheiro? Então te vira com R$ 20 mil de multa!”, diz o gerente para as vitimas, na tentativa de pegar o dinheiro, momentos antes da abordagem policial.

E, numa das gravações, fez a frase que marca esta manchete.

“Vamos fazer o negocio certo, para a gente ser feliz, não deixa anoitecer, me liga para ver onde pegar”, disse.

Tem outro áudio, da conversa pessoal entre o gerente e as vítimas da extorsão, pouco tempo antes da ação policial, que pretendo postar em breve.

 

 

1 Comentário

  1. Cargo comissionado , indicado por algum político , que deve ser tão vagabundo quanto seu indicado. Vamos descobrir quem indicou este cidadão e cobrar da pessoa . Será que ainda vai ter coragem de bater no peito e dizer que é um homem de caráter ? Acho que os leitores que acompanham a política de Blumenau já sabem quem é a pessoa quem indicou …..toma papudo .

Deixe uma resposta