Vale da Cerveja, uma opção de turismo e negócio

FOTO: divulgação Festival de Cerveja

Alguns podem até torcer o nariz, mas é inegável que uma das associações que qualquer turista faz com Blumenau é relacionada à cerveja. Começou lá na década de 80 por conta da Oktoberfest e foi evoluindo a tal ponto de hoje a cidade e região serem reconhecidos como um importante pólo produtor de cervejas diferenciadas, além de promover um festival reconhecido nacionalmente e até internacionalmente e contar com uma Escola Superior de Cerveja e Malte.

FOTO: divulgação Festival de Cerveja
FOTO: divulgação Festival de Cerveja

Ou seja, ingredientes não faltam para profissionalizar esta identificação e dinamizar o turismo, incentivando a economia local. Por conta disso será anunciado nesta terça-feira, 3, o projeto da Rota da Cerveja do Vale Europeu, um modelo que lembra muito, guardadas as devidas diferenças, o Vale dos Vinhedos,  em Bento Gonçalves, RS.  Será um roteiro que envolverá segmentos representativos da economia local, como indústria têxtil, artesanatos, estabelecimentos comerciais, rede hoteleira, bares, restaurantes e, é claro, as cervejarias artesanais.

 

O lançamento da Rota propriamente dita acontecerá em março de 2016, durante o Festival da Cerveja, evento que já faz parte do calendário turístico da cidade e de cervejeiros de todo o Brasil e de outros lugares também. Nesta terça o pessoal do turismo, envolvidos com a produção de cervejas, imprensa e autoridades conhecerão em mais detalhes qual a proposta.  O encontro será na sede da AMMVI, durante a tarde.

A Rota das Cervejas é uma iniciativa da Associação das Microcervejarias Artesanais de Santa Catarina (ACASC), Secretaria de Turismo de Blumenau, Escola Superior de Cerveja e Malte, Associação Blumenauense de Turismo, Eventos e Cultura (Ablutec), Convention & Visitors Bureau, Sindicato Patronal de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Blumenau e Região (Sihorbs), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Sindicato do Comércio Varejista de Blumenau (Sindilojas). E o Senac ajudou na sua formatação.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta