União cobra dívida da Sulfabril e pode diminuir o repasse atrasado aos trabalhadores

Foto: divulgação

O Tribunal de Justiça Federal deu ganho de causa a uma ação da União, que cobrava cerca de R$ 4, 4 milhões da massa falida da Sulfabril por conta de dívidas entre 1996 e 1999 referentes ao FGTS.

Até aí, tudo bem. Mas o problema é que a decisão judicial pode atrapalhar mais uma liberação de recursos para o pagamento dos trabalhadores que foram deixados na mão. A juíza Quitéria Tamanini Vieira Peres havia autorizado nova rodada de pagamento, cerca de 11 milhões, para 2500 funcionários, metade do valor devido pela empresa.  O valor estava para ser repassado ainda este ano.

Agora ela vai ter que fazer um novo cálculo, para ver como fica o rateio.

Cabe ainda o recurso da decisão do TJ.

A informação foi um baita furo do Paulo César da Silva, pela Nereu. Ele conversou com a juíza e explica bem no áudio abaixo.

1 Comentário

  1. E porque a justiça não bloqueou bens dos sócios proprietários da Massa falida ?

    A empresa deixou os funcionários a ver navios , mas os proprietários andam de navio pelo mundo.

Deixe uma resposta