Um eleitorado fiel

Desculpe o trocadilho, mas serve bem para marcar um eleitorado fiel a Deus na religião e aos candidatos indicados pelos líderes que pregam nas igrejas para um público cativo e cada vez maior.

Na semana que termina, houve o encerramento dos pastores, primeiros e segundos dirigentes da Assembleia de Deus em Blumenau, evento que contou com a presença do deputado estadual Ismael dos Santos (PSD) e do vereador Jovino Cardoso Neto (PROS), membros ativos da Igreja, e o prefeito Mário Hildebrandt (sem partido), que congrega em outra Igreja, mas tem muita proximidade.

Segundo dados do Portal Nexo, mais de 60 milhões de brasileiros se dizem evangélicos. No Congresso, a Frente Parlamentar Evangélica conta atualmente com 195 deputados federais e 8 senadores inscritos. É a aposta do presidente Jair Bolsonaro para conseguir as quase 500 mil assinaturas físicas para fundar seu novo partido até março, ele que tem seu melhor desempenho nas pesquisas neste público.

Em Blumenau, a força deste segmento pode ser conferido nas ruas da cidade, é só prestar atenção a quantidade de Igrejas. Numa avaliação de quem conhece, o segmento representa 20% do eleitorado local. Só na Assembleia de Deus são cerca de 15 mil eleitores.

Três representantes da Assembleia de Deus são protagonistas da política de Blumenau. O vereador Jovino Cardoso, o vereador Marcos da Rosa (DEM) e o deputado Ismael dos Santos.

Destes, Ismael dos Santos é a grande liderança, pelo tempo de atuação na Igreja e na política, além de ser irmão do Pastor-Presidente Nilton Santos, responsável pela Assembleia de Deus em Blumenau, Santa Catarina e no sul do Paraná.

O evento desta semana não é isolado, pelo contrário. É muito comum, em Blumenau e no país, com a política e religião sendo batidas no mesmo liquidificador.

6 Comentário

  1. Ich, vão assustar os que realmente são fiéis a deus, independente se religião pois nosso Pai Maior é um só. mas acredito piamente que ele não está feliz com esta mesa aí. Como pode fazem de um tudo, invocam até a Igreja e principalmente Deus para salvá-los para 2020 kkkkkk, essa é boa.

  2. Usam dos coitados dessas igrejas para se promoverem na política, isso tem que acabar aqui em Blumenau.

  3. O Informe Blumenau é atrelado ao prefeito ???
    Visa informar as atividades dele especificamente ???

  4. Batem políticas e religião no mesmo liquidificador e servem esse suco amargo que faz destilar ódio, ganância, dinheiro fácil e retrocessos conservadoristas em todas as áreas.

  5. “Onde houver a escuridão que eu leve a Luz ” , frase conhecida , mas tem outra mais conhecida :

    – “Onde houver votos , estarei presente “.

Deixe uma resposta