Samae garante o recolhimento de lixo na Rua XV, Alameda e transversais de forma emergencial

Foto: PMB

Desde o início da semana, o Samae está atendendo de forma emergencial a demanda na retirada dos resíduos das lixeiras da Rua XV de Novembro.

A necessidade surgiu por conta da extinção da URB, responsável em fazer todo o trabalho de limpeza de ruas e lixeiras na área central da cidade, que gerou muita reclamação na última semana.

O diretor-presidente do Samae , André Espezim, conta que o contrato com a Racli prevê a retirada de resíduos sólidos, rejeitos e recicláveis da cidade , mas não das lixeiras na área central.

Neste sábado, dia 30, o Samae ampliou os trabalhos para as outras principais vias do Centro, como a Alameda Rio Branco.

“Os comerciantes do Centro da cidade depositam o lixo nos containers colocados nas transversais da Rua XV. Conversamos com a RACLI e eles concordaram em nos auxiliar na retirada do lixo que o transeunte deposita nas lixeiras da Rua XV. Eles estão realizando este trabalho durante a noite por causa do trânsito e da dificuldade do caminhão de lixo de passar pela via. Essa medida é emergencial , até a prefeitura contratar uma empresa que fará o trabalho”, explica.

A intenção é garantir a limpeza na cidade. “Vamos continuar trabalhando para atingir esses objetivos. O governo municipal só pede um pouco de paciência até os serviços serem normalizados”, afirma André Espezim.

A Racli é uma das empresas que participam da disputa pelo contrato emergencial para a limpeza da cidade e tem tudo para ser a vencedora. Já está treinando.

2 Comentário

  1. Em contrato emergencial , a Prefeitura é expert , são professores . Já na competência , reprovaram de ano mais de 100 vezes , ou será que os contratos emergenciais são propositais ?

  2. No domingo teve uma mobilização popular na Rua XV, mas não me pareceu ser o SAMAE… deveriam falar isso também, ao invés de só manifestarem-se pra falar o que a prefeitura faz… pessoas do bem fazendo o que a prefeitura não faz. Quando vc paga seu IPTU em dia, é isso que vc recebe de volta. Lamentável essa prefeitura…

Deixe uma resposta