Rodovel e o credenciamento dos alternativos no 11º dia de greve

Foto: divulgação Rodovel

No décimo primeiro dia da greve nos transporte coletivo de Blumenau, apenas os ônibus da Rodovel circulam pela cidade, e mesmo assim com a frota reduzida a quase metade, por conta do período. Além as linhas normais feitas pela empresa, outras três estão sendo executadas. 10, 12 e 32. A informação é do RH da Rodovel, em entrevista para o PC, na rádio Nereu Ramos, no fim da manhã desta segunda-feira.

Foto: divulgação Rodovel
Foto: divulgação Rodovel

A Prefeitura emitiu uma nota falando sobre o credenciamento das empresas para fazer o serviço de forma temporária, autorizada por um decreto do prefeito Napoleão Bernardes (PSDB).  A nota da Secom afirma que a procura é baixa e atribui a falta de segurança, lembrando os quatro ônibus da Glória apedrejados na última quinta-feira.

Para mim, balela. Foi mais uma das medidas inócuas ou atrasadas do Poder Público Municipal. A maioria das empresas que poderia fazer o trabalho está em férias coletivas e não valeria a pena fazer o serviço nesta época, quando a demanda no transporte coletivo é pequena. O medo de agressões é mais um ingrediente, não o principal.

De qualquer forma, segue a nota oficial da Prefeitura:

logo prefeitura de Blumenau

Credenciamento de transporte alternativo tem baixa procura

O Seterb iniciou a contratação temporária de serviços de transporte alternativo durante o período da greve do sistema público com objetivo de suprir a falta de linhas de ônibus. Porém, o credenciamento teve baixa adesão de interessados em prestar os serviços ao município. O motivo alegado seria o risco de apedrejamento nos veículos podendo ferir funcionários e passageiros e gerar danos ao patrimônio.

Na última quinta-feira, dia 24, cinco ônibus de empresas do Consórcio Siga foram apedrejados, sendo quatro da Glória e um da Rodovel. Ninguém ficou ferido, mas gerou insegurança aos possíveis prestadores dos serviços de transporte alternativo. O credenciamento público foi aberto pelo Seterb na quarta-feira, dia 23. Para prestação dos serviços seriam admitidos ônibus, micro-ônibus e vans com capacidade superior a dezesseis passageiros, incluindo o motorista.

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta