PSDB de Blumenau em busca do protagonismo perdido

Foto: arquivo/divulgação

O PSDB de Blumenau realizou nesta segunda-feira, 17, encontro do diretório municipal, aberto também a filiados e simpatizantes.

O principal assunto, é claro, é a eleição municipal. O partido, que elegeu o prefeito nas duas últimas eleições na cidade, vive uma dificuldade, por mais que não admita.

Sem Napoleão Bernardes e com o esvaziamento provocado pela saída do ex-prefeito, o partido tenta algum protagonismo no pleito. O plano A é estar com Mário Hildebrandt (sem partido). Foi feito o convite para ele entrar no ninho tucano, mas a sigla também se contentaria em dar o nome do candidato a vice.

O presidente da sigla em Blumenau, Alexandre Matias, líder do governo na Câmara, lembra que o atual prefeito foi eleito pelo 45, na dobradinha com Napoleão.

Como estas duas situações envolvendo Mário Hildebrandt parecem distantes, o partido anuncia que terá candidato a prefeito, mas nenhum nome entusiasma do ponto de vista eleitoral e aqui não tem juízo de valor sobre a competência dos indicados e sim da viabilidade: os três vereadores – Alexandre Matias, Jens Mantau e Silvio Zimmermann -, o ex-vereador Marco Antônio Wanrowsky, o ex-senador Dalirio Beber e a ex-secretária de saúde, Maria Regina Soar.

Já não será fácil manter o mesmo número de eleitos para a Câmara, imagina emplacar uma majoritária.

Na administração municipal, o PSDB também desempenha papel de coadjuvante. Éder Boron e Winnetou Krambeck ocupam secretarias de ponta – Transporte e Trânsito e Promoção de Saúde – , mas, apesar de filiados, ocupam mais os postos pelo caráter técnico.

Leandro Índio da Silva e Mauricio Goll tem uma atividade partidária mais orgânica, mas ocupam as intendências – Vila Itoupava e Garcia – , com pouco apelo eleitoral.

1 Comentário

  1. O meu ex-querido PSDB já morreu, faltando apenas as exéquias e o sepultamento.

    Para que nos serve um partido que, muito embora tenha na sua sigla a palavra “DEMOCRACIA”, não tenha respeitado a própria Convenção Municipal que escolheu os seus candidatos a vereador referentes às eleições municipais de 2016?

    Este apequenado partido político já deveria ter sofrido intervenção no seu Diretório Municipal desta cidade de Blumenau. Isto está no seu próprio Estatuto.

    Coitadinhos… Perdidinhos, perdidinhos!

Deixe uma resposta