Presidente do STJ concede prisão domiciliar para Fabrício Queiroz e esposa

Foto: Nelson Almeida/AFP

O ministro João Otávio de Noronha, presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), concedeu nesta quinta-feira, 9, prisão domiciliar ao ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz e sua esposa, Márcia de Aguiar.

Os dois tiveram ordem de prisões preventivas decretadas no âmbito das investigações da Operação Anjo. A investigação apura esquema de “rachadinha” na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Queiroz está preso desde o dia 18 de junho e Márcia segue foragida. A prisão aconteceu em Atibaia, no interior de São Paulo, a 80 km da capital.

Com informações da Rádio Bandeirantes e G1

1 Comentário

  1. Cadê os bolsominions defensores de corruptos criticando a justiça agora?

Deixe uma resposta