Partido Novo não lançará candidaturas em Pomerode, cidade do único eleito pela sigla em SC

Arte: divulgação

O Partido Novo tem todo um processo interno diferente, mas em Pomerode para ter sido vítima das práticas tradicionais de cima para baixo.

Em Pomerode, terra do domicílio eleitoral do único eleito pelo Novo em Santa Catarina, o deputado federal Gilson Marques, já se comemorava que a sigla teria candidaturas – prefeito e vereadores – nas eleições de 2020 na cidade, pois atenderam os requisitos estabelecidos pela cúpula nacional, que decidiu pelas candidaturas em cidades de maior parte.

Na cidade mais alemã do Brasil, a sigla comemorava o número de filiados – 172 -, estando entre as 25 com maior engajamento nacionalmente, um fato e tanto.

Mas ficará de fora das eleições, pois algum “iluminado” decidiu usar a mesma régua para todo mundo, não levando em conta esta engajamento e a eleição de Gilson Marques.

O núcleo do Novo em Pomerode emitiu uma nota onde fala em decepção.

Estamos logicamente decepcionados e lamentamos esta decisão, sem é claro desmerecer as cidades aprovadas, mas reforçando que acreditamos no nosso mérito pelo trabalho realizado, onde nada deixamos a desejar frente a outras cidades, inclusive muito maiores do que nós, e também pelo potencial de realização no que teríamos pela frente.

O deputado também se manifestou, fala da tristeza, da discordância com a decisão partidária, mas lembrando a independência do partido com os eleitos.

Ontem recebi com tristeza a notícia de que Pomerode não foi selecionada pelo NOVO para lançar candidaturas nas eleições de 2020.

Pomerode atingiu as metas do Partido com louvor, tornando-se a cidade com a maior proporção de filiados/habitante do Brasil, mas isto nunca foi uma garantia de que a cidade seria escolhida.

Discordo da decisão tomada pelo Diretório Nacional, pois confio que Pomerode tem grandes chances de eleger mandatários qualificados nas próximas eleições.

Leia na íntegra a nota do Novo e em seguida do deputado Gilson Marques.

“Prezados filiados e apoiadores, 

conforme informado recentemente, Pomerode estava entre as 5 finalistas de SC para ser uma das “cidades-aposta”, ou seja, cidades com menos de 300 mil habitantes autorizadas a participar das eleições municipais de 2020 pelo NOVO.

Mesmo sabendo que a disputa seria difícil, batalhamos muito e acreditamos de fato na possibilidade de aprovação, pois estávamos bem preparados, com um projeto robusto, pessoas qualificadas, filiados engajados e números que mostravam chances reais de sucesso.

Apesar de termos atendido (e muitas vezes superado) todos os critérios e metas que nos foram colocadas, inclusive colocando o projeto NOVO Pomerode em posição de destaque nas mídias sociais, mesmo assim o Diretório Nacional acabou por recusar a indicação de Pomerode como cidade-aposta, tomando por critério estratégico focar em cidades de maior porte.

Estamos logicamente decepcionados e lamentamos esta decisão, sem é claro desmerecer as cidades aprovadas, mas reforçando que acreditamos no nosso mérito pelo trabalho realizado, onde nada deixamos a desejar frente a outras cidades, inclusive muito maiores do que nós, e também pelo potencial de realização no que teríamos pela frente.

Que esta energia de renovação continue em cada um de nós, e que possamos continuar lutando ativamente pelos valores que acreditamos, por Pomerode, e por um Brasil melhor”.

Núcleo do NOVO em Pomerode 

Agora do deputado:

NOTA PARA IMPRENSA

Ontem recebi com tristeza a notícia de que Pomerode não foi selecionada pelo NOVO para lançar candidaturas nas eleições de 2020.

Pomerode atingiu as metas do Partido com louvor, tornando-se a cidade com a maior proporção de filiados/habitante do Brasil, mas isto nunca foi uma garantia de que a cidade seria escolhida.

Discordo da decisão tomada pelo Diretório Nacional, pois confio que Pomerode tem grandes chances de eleger mandatários qualificados nas próximas eleições. Porém, outras cidades já passaram por essa situação, como Florianópolis e Blumenau, e, hoje, estão firmes lançando candidatos.

O estatuto do NOVO separa completamente mandatários e gestão partidária e, portanto, não tenho influência sobre esta decisão. Tenho certeza de que os filiados de Pomerode vão permanecer unidos, pois o propósito que nos guia está além de decisões partidárias. Nós vamos mudar o Brasil!

Grande abraço!

Gilson Marques
Deputado Federal
Partido NOVO 30

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta