Para que serve o radar de Lontras? As respostas

O Informe Blumenau foi instigado pelo Coronel Olímpio Menestrina, ex-comandante do Corpo de Bombeiros de Blumenau  e primeiro secretário de Defesa Civil da cidade, em 2009, logo depois da tragédia climática de 2008, a uma reflexão sobre o papel do radar de Lontras e dos órgãos competentes no anúncio (ou falta de) da chuvarada da última terça-feira,16.

Menestrina entende que o radar deveria ter detectado e as autoridades comunicado a previsão do volume grande de chuva, leia aqui. 

Tentei falar com a Defesa Civil do Estado, que via assessoria, entendeu que, como Menestrina não estava na “ativa”, não era necessário uma posição formal. Sugeriram que eu procurasse o pessoal da Epagri Ciram, que faz as previsões.

Mas antes que eu fizesse isso, mandaram a resposta, confira:

“Em resposta à matéria publicada no site Informe Blumenau, assinada pelo jornalista Alexandre Gonçalves, na data de 18/01/18, onde a utilização do Radar do Vale e a emissão dos alertas foram questionados em relação a um evento específico.

Desta forma a Secretaria de Estado da Defesa Civil vem a público esclarecer que o Radar está em pleno funcionamento e foi o equipamento utilizado para prever o evento na região de Blumenau na última terça-feira. Ou seja, ao contrário do que foi colocado na matéria o equipamento está cumprindo a função de monitoramento de cerca de 70% da área do Estado de Santa Catarina.

Da mesma forma foram enviados quatro alertas. O primeiro ás 13:12 hs, o segundo ás 14:40 hs, o terceiro ás 16:42 hs e o quarto ás 19:54 alertando sobre o risco de deslizamentos na região de Blumenau. Também foram emitidos alertas pelo AlertaBlu, que utiliza os dados gerados pelo Radar do Vale.

Vale destacar para a população os canais de contato e informação da Defesa Civil de SC. Nas redes sociais: Facebook, Twitter e Instagram; No site oficial da Defesa Civil, através do sítio defesacivil.sc.gov.br; Pelo serviço de SMS, para isso basta enviar uma mensagem com o CEP do município para o número 40199.”

Conversei também com o secretário de Defesa do Cidadão de Blumenau, Rodrigo Quadros (DEM), que disse que houve o alerta, mas que é impossível dimensionar a quantidade de chuva antes dela cair.

Ficam então as posições oficiais.

Só reproduzi a reflexão do Coronel Menestrina pelo que ele representa nesta área de atuação.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta