Opinião: recomeços

Imagem: reprodução

Recomeçar é dádiva.
Mas exige coragem e até mesmo um certo grau de desapego.

Não é fácil como muitas vezes romantizamos.

Escolher um caminho implica em abandonar outros.

Nesse processo muitas vezes somos taxados de egoístas, mas o amor próprio nunca foi tão necessário quanto é nessa hora.

Recomeço é tempo de se redescobrir, de aprender a se reconhecer, com todos os nossos desenganos e todos os nossos acertos.

Recomeçar não significa que o que foi vivido até aqui foi ruim, significa que um ciclo se encerrou, e que estamos prontos para o novo.

Dá medo?
Claro que dá!

Mas o importante é lembrar que mais assustador que as mudanças é permanecer inerte.

Vida é movimento e os recomeços dão brilho e colorido aos caminhos que percorremos.

Não tenha medo de mudar!

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta