O pedido de impeachment do governador Moisés e mais uma tentativa de reverter o resultado das urnas no tapetão

Foto: Secom SC

O governador Carlos Moisés (PSL), ao aumentar o salário dos procuradores do Estado por decisão administrativa, pode até ter atropelado as leis nesta situação, mas longe de ser tirado do cargo como querem alguns, no caso o defensor público estadual Ralf Guimarães Zimmer Junior, com ampla repercussão. Ele protocolou nesta segunda-feira,13, na Assembleia Legislativa pedido de impeachment contra o governador, a vice Daniela Reinehr e o secretário estadual da administração Jorge Eduardo Tasca.

 A categoria obteve decisão judicial favorável ao aumento, equiparando seus vencimentos ao salário de procurador da Alesc e num canetaço Moisés chancelou. Tudo no andar de cima, de quem já ganha bem. 

É mais uma entre as tantas distorções no setor público, com algumas categorias recebendo privilégios em detrimento de outras. Merece ser questionada e cobrada judicialmente.

Agora não dá para ficar inventando desculpa para tirar do cargo quem foi eleito democraticamente, independente do contexto.

Foi assim com a presidente Dilma Rousseff (PT). Ela foi afastada por crime de responsabilidade, que se aplicasse com rigor sobre outros governantes sobraria poucos no cargo até o fim. Ela pagou pelo conjunto da obra do PT, mas não pode ser assim.

Sem base política e com pouco diálogo, o governo Carlos Moisés tem muitos problemas e desafios. Agora, querer tirá-lo do vaga para qual foi eleito com grande maioria é atropelar a democracia, mais uma vez.

Sobre a ação protocolada por Ralf Zimmer, leia aqui: IMPEACHMENT MOISES

2 Comentário

  1. Se ele errou tem que responder .

    Mas desculpe o nobre jornalista , mas dizer que Dilma pagou pelos erros do PT é brincadeira , ela é o PT , ela faz parte da quadrilha , ela , seu cúmplice ( Lula ladrão) e toda quadrilha , assaltaram o país de forma vexatória .

  2. O prefeito aqui tambémm, extinguiu a URB, contratou d qualquer jeito empresa a toque de caixa. Blumenau não tem politica efetiva de residuos, tem conivência do MP para um TAC, a água sumiu das torneiras no final de ano e dizem q é o melhor candidato, sem partido …

Deixe uma resposta