O fator Kleinübing no Democratas

Foto: PSD

A política é como nuvem. Você olha e está de um jeito e olha novamente e está de outro. A frase de Magalhães Pinto, ex-governador de Minas Gerais, Senador, deputado federal e ministro é representativa do tabuleiro eleitoral catarinense, faltando menos de seis meses para a definição das candidaturas.

A filiação de João Paulo Kleinübing (PSD) no DEM traz um novo – e importante – componente para este cenário. Ele deve assinar a filiação no dia 8 de março, quando o Democratas nacional promete filiar alguns deputados federais, entre o ex-prefeito de Blumenau.

Em seguida, o DEM deve anunciar Kleinübing como candidato ao Governo do Estado, embolando ainda mais o o quadro eleitoral. O Democratas tem poucas chances de emplacar uma cabeça de chapa numa coligação, mas com Kleinübing no time capacita-se para uma majoritária. JPK pode ser candidato a vice ou ao Senado.

De quem? Bom, aí são outros quinhentos. Ele tem conversado muito com o PMDB e, claro, uma afinidade natural com o governador Raimundo Colombo.

O DEM é um bom parceiro do PSDB em Blumenau e esta parceria pode ser repetida no plano estadual. Neste hipotético caso, um outro ingrediente. Kleinübing na chapa de Paulo Bauer (PSDB) praticamente sepulta o sonho de Napoleão Bernardes (PSDB) emplacar o Senado. Muito dificilmente uma chapa lançaria dois candidatos de uma mesma região na majoritária.

João Paulo tem sobrenome estadualizado, pela trajetória dele e do pai. Entra com força na parada e, quase certo, estará numa chapa majoritária.

1 Comentário

  1. Alcino Carrancho, Aquele Que Nestas Próximas Eleições Somente Votará em Candidato "Zero Quilômetro" disse:

    O idiota, parvo, burro, maluco e inconsequente Alcino Carrancho, Emérito Sábio Magnífico, já lhes disse:

    Nóis vai defenestrar tudo quanto for político velho, rançoso, podre.

    Nestas eleições de 2018 só vai ser eleito candidato que não tenha histórico político.

    Hasta la vista, babies!

Deixe uma resposta