O esporte consegue eleger um vereador em Blumenau?

Foto: Facebook pessoal

Blumenau sempre foi uma potência no esporte amador catarinense, ganhando 42 das 59 edições dos Jogos Abertos de Santa Catarina. No entanto, o bicampeonato conquistado neste domingo tem um sabor especial, em meio as dificuldades financeiras que o esporte enfrenta ano após ano, com a diminuição de investimentos.

Infelizmente o esporte não é tratado como prioridade, e isso vale para Blumenau e para outras cidades.  Nesta penúria financeira que o Poder Público enfrenta, muitas outras são as prioridades e o esporte fica em segundo plano.

Com orçamento limitado, Egídio Beckhauser, o presidente da FMD, conseguiu retomar o protagonismo de Blumenau na competição. Homem do esporte, treinador de futsal e futebol, Egídio transita bem em todas as modalidades e também em empresas que ajudam estas modalidades através de patrocínios e apoios.

Egídio é o cara do jeitinho, no bom sentido. Ligou para ele precisando de algo, ele vai dar um jeito de resolver. Eu, pessoalmente, já presenciei isso algumas vezes.

Portanto, é possível dizer que esta conquista de agora do JASC, assim como a do ano passado, tem a digital dele. É claro que são os atletas que entram em campo, os técnicos que treinam, os dirigentes que coordenam e a Prefeitura que dá o suporte. Mas o elo entre todas estas pontas é o Egídio.

Em 2020 ele deve ser candidato a vereador. Até recentemente não pensava na possibilidade, mas, por incentivo de amigos e parceiros, já tem isso no horizonte.

Ainda sem partido, recebeu convite de quase todas as legendas, mas não definiu para onde vai. Aguarda a movimentação do prefeito Mário Hildebrandt (sem partido) e de outras siglas.

Tradicionalmente, o esporte não galga postos políticos em Blumenau. Quem mais perto chegou foi Sérgio Galdino, do PSDB, que ficou como suplente entre 2013 e 2016 e na atual Legislatura.  Fez 1647 votos em 2012  e 2456 em 2016, depois de sua passagem pela FMD.

Chegou a hora de ter um representante do esporte na Câmara Municipal de Blumenau?

1 Comentário

  1. Não , não temos que ter vereador representante de algo, precisamos eleger vereador que cumpra seu mandato até o final e faça aquilo para qual foi eleito, fiscalizar o executivo e propor leis e projetos que beneficiem a todos e não somente a uma categoria . Até pode ser candidato, mas caso eleito , deve
    cumprir o que diz a constituição . De politiqueiros estamos cansados .

Deixe uma resposta