Movimento de ocupação da Prainha neste fim de semana

Foto: Giovanni Auzani

Muito se pediu, muito se esperou, e a Prainha foi reaberta para a comunidade. Neste fim de semana uma ação está marcada para movimentar ainda mais o espaço. Confira os detalhes no release enviado pela Minha Blumenau:

Foto: Giovanni Auzani
Foto: Giovanni Auzani

Minha Blumenau cria plataforma para ocupação coletiva da Prainha
A ideia é reunir recursos materiais e talentos para reocupar o espaço de forma mais criativa, consciente e colaborativa

A Prainha é um símbolo cultural de Blumenau. Palco de grandes eventos artísticos e shows de bandas que marcaram uma geração, o lugar também era um espaço utilizado por famílias e grupo de amigos que gostavam de encontros a céu aberto e rodeado de belas paisagens.

Em 2012 o local foi fechado pela Prefeitura Municipal e se tornou palco de um grande canteiro de obras. Durante esse período, a atitude de proibir o acesso de pessoas ao local foi muito criticada e gerou mobilização por parte de vários grupos e coletivos. Quatro anos se passaram e, depois de muitas ações e reivindicações por parte de alguns grupos da sociedade civil ,  a prainha foi reaberta. Pensando nisso, a Minha Blumenau criou uma plataforma para a ocupação coletiva, criativa e consciente da Prainha. O objetivo é reunir as pessoas para que elas possam se reconectar com o local através da arte e da cultura.

Foto: Gabriela Schmidt
Foto: Gabriela Schmidt

“Nós queremos juntar os coletivos e todos os cidadãos que quiserem colaborar para uma ocupação criativa do espaço. Vamos passar o dia produzindo mobiliário alternativo com materiais reutilizados, pintando, plantando flores, prestigiando artistas locais, promovendo e participando de oficinas, entre outras atividades culturais”, explica Amanda Tiedt, idealizadora da rede Minha Blumenau.

Através da plataforma http://www.prainha.minhablumenau.org.br/, as pessoas podem visualizar um pouco da história da prainha, alguns projetos alternativos, fazer a doação de materiais ou inscrever atividades para a ocupação que acontece no dia 23 de julho. “Vai ser um dia plural e colaborativo, onde vamos ocupar e ressignificar o espaço da Prainha respeitando a natureza e usando a criatividade”, finaliza Amanda.

Foto: Jaime Batista / Blog do Jaime
Foto: Jaime Batista / Blog do Jaime

SERVIÇO:

Sobre Minha Blumenau

A Rede Minha Blumenau é formada por blumenauenses, de certidão ou coração, que se mobilizam para participar ativamente dos processos de decisão em nossa cidade, nas redes e nas ruas, afim de que ela se torne cada vez mais nossa. Fundada em 2015 por Amanda Tiedt, a rede conta com uma equipe de base que dá suporte estratégico para as mobilizações de centenas de pessoas. Aqui, todos os cidadãos blumenauenses podem criar a sua própria mobilização por meio das nossas ferramentas, disponibilizar tempo e talento para as ações iniciadas por outros, trabalhar em rede, criar e colaborar com Projetos de Lei, contribuir financeiramente para manter nosso trabalho ativo e muito mais.

Fonte: Marta Brod / Assessoria Minha Blumenau

2 Comentário

  1. esperamos que realmente se torne um local atrativo para a comunidade e turística, com segurança monitorada 24 horas, e nao oq, estava sendo , ponto de droga. parabéns pelas iniciativas a todos colaboradores de boa fé e muita crença espiritual.

  2. desculpe me esqueci de mencionar q;ainda bem q temos anos eleitoral, boas coisas sempre acontece, esta é uma delas, veja nem tudo esta perdido na política.

Deixe uma resposta