Ministério da Saúde diz que insumos para Coronavac chegam esta semana

Foto: reprodução

O Ministério da Saúde afirmou na noite desta segunda-feira, 25, que 5,4 mil litros de insumos para a fabricação da vacina Coronavac devem chegar ao Brasil até o fim desta semana. A produção será feita pelo Instituto Butantan, em São Paulo, em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

“A continuidade do recebimento dos insumos para a fabricação das vacinas pelo Butantan voltou à normalidade, graças à ação diplomática do Governo Federal com o governo chinês, por intermédio da Embaixada Chinesa no Brasil. Fica aqui o nosso agradecimento a todos que ajudaram nessa liberação”, afirmou o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, sobre os insumos que virão da China.

Em meio à rixa política entre o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e o presidente Jair Bolsonaro, o Ministério da Saúde chegou a dizer que não iria adquirir a Coronavac, desenvolvida em São Paulo.

A principal aposta do governo federal para o Plano Nacional de Imunização é o imunizante desenvolvido pela AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford. O Ministério da Saúde acordou a compra de doses prontas da vacina e também de insumos para fabricação no Brasil em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Porém, os insumos para produção pela Fiocruz tampouco tem previsão para chegar ao Brasil. Doses prontas do imunizante, compradas da Índia, chegaram apenas na última sexta, 22, com cinco dias de atraso. Até então, a única vacina disponível para os brasileiros era a do Butantan.

Fonte: Congresso em Foco

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta