Marcos da Rosa e a cruzada contra a ideologia de gênero

Foto: Informe Blumenau

O vereador Marcos da Rosa (DEM), presidente da Câmara, é o protagonista das duas moções de repúdio que fizeram o Legislativo de Blumenau meter-se numa polêmica.

Ele é o autor da moção de repúdio e o pedido de cancelamento das palestras do projeto pedagógico da Escola Elza Pacheco e também de um curso que será ministrado no Pontinho.

Eu não concordo com ele, mas Marcos da Rosa não faz isso por aproveitamento político eleitoral. Faz por convicção religiosa, ele que é pastor da Igreja Assembleia de Deus.

A incomodação dele é com a denominação “diversidade de gênero”.

Na sessão desta quinta-feira, retirou a moção de repúdio ao curso do Pontinho Estudantil, via EAD, para pessoas com mais de 18 anos, com  o tema de Diversidade de Gênero e Sexualidade. Disse que está conversando com o gestor da escola.

E sobre a Escola Elza Pacheco, diz que irá na escola na semana que vem, uma semana depois de propor e aprovar a moção.

Conversamos com ele ao final desta sessão.

 

7 Comentário

  1. Você tem razão Alexandre. A origem dessa situação tem a ver com a interpretação equivocada que muitos fazem dos conceitos de ética, e moral e caem (intencionalmente buscando protagonismo ou por simples ignorância) em moralismo, sectarismo e atitudes agressivas verbal e às vezes até fisicamente. Enquanto isso em nível nacional o petróleo não é mais nosso, a CLT se foi, a Previdência será precarizada e por aqui fecham escolas, tem pendências desde a tragédia de 2008, há uma ponte natimorta (nem nasceu e já morreu). Enfim uma série de problemas concretos que afligem as comunidades e a Câmara discutindo se uma escola estadual pode ou não promover um evento. Lamentável.

  2. E nos pagamos 1,5 milhões por anos para banca cada um desses vereadores……tem coisa mais importante para cuidar/fiscalizar…..

  3. Não sou da igreja assembleia de Deus , tenho minhas restrições quanto ao vereador , mas concordo plenamente com ele nesta questão de ideologia de generos nas escolas . Uma minoria de pessoas que utilizam das suas opções sexuais para promoção pessoal querem que os demais engulam suas vontades . Nos respeitem se querem respeito .

  4. O marquinhos da rosinha aparenta não saber do que está falando!

    Convicção religiosa?

    Aliás, falando em líderes religiosos, não há um que seja idiota.

    São TODOS espertí$$$$imo$$$$!

    Se algum quiser ir lá na esquina e ver se lá estou, sinta-se à vontade!

    Alcino Carrancho
    (O Sábio Esperando 2018)

  5. Pessoas como o Aroldo consideram o tema: destruição da família como de menos importância, elencando temas econômicos como de maior importância. .ideologia de gênero é uma farsa que rouba a agenda das mulheres e do movimento gay e que sob o manto de defensora da diversidade esconde suas verdadeiras intenções ideológicas. fala que gênero se constrói socialmente, mas admitem que gays assim nascem. Homens e mulheres nascem assim biologicamente e a sociedade só reforça isso. Gays merecem nosso respeito, mas os homens e mulheres também merecem. Trata-se incessante tentativa de esvaziar o pátrio poder dos pais e transferi-lo para o estado. Uma ditadura educacional já vista na historia por ideologias fascistas. Incrível como pessoas que se mostram intolerantes com a religião se acham na moral de vir falar em tolerância. Não sabem nada sobre o tema. pesquisem o documentário chamado: lavagem cerebral. isso vai lhes dar base para dizer alguma coisa. trata-se da noruega, lugar onde a ideologia de gênero já foi implantada a mais de 10 anos. Depois venham aqui e opinem.

  6. A heterossexualidade é o padrão normal, natural e universal nos seres vivos; e não a homossexualidade.
    Geneticamente o homem nasce homem e a mulher nasce mulher.
    A homossexualidade é uma conduta anormal, antinatural e pervertida com graves consequências pessoais e sociais como mostram a ciência e medicina impondo suas condutas contrarias a família tradicional e ao padrão natural, e espalhando doenças restritas a eles pra toda sociedade, considerando ainda, que estão entre os maiores pedófilos!

    O que define o gênero é a genética. Os genes, ou são masculinos ou são femininos. Não há misturas pra mais ou pra menos.
    Obviamente o homem e até crianças podem ir contra essa determinação genética/fisiológica natural influenciado por fatores familiares, ambientais, sociais e morais, portanto é atributo da VONTADE, uma escolha pessoal tal comportamento, como tantos outros, que desagradam ao Criador.

Deixe uma resposta