Justiça Eleitoral determina retirada de postagem do Informe Blumenau

O Informe Blumenau tem dado publicidade às decisões judiciais eleitorais e atos concretos de Poderes Constituídos que tenham relação direta com o processo eleitoral, em especial no que envolve candidatos e partidos. Desde o primeiro dia é assim e não será diferente.

Fomos surpreendidos nesta sexta-feira por uma decisão judicial de retirada de uma postagem nossa da  conclusão de um procedimento do Ministério Público sobre uma denúncia de “rachadinha na Câmara de Blumenau, onde o vereador Becker (DEM) é denunciado.

O fato inédito, que reforça o conteúdo jornalístico da informação, é a proposta de acordo feita pelo Ministério Público, uma novidade no código de processo penal, incluído no pacote anti-crime do ex-ministro Sergio Moro.

A reportagem não disse que o vereador e qualquer outra pessoas praticou tal ato, só reproduziu um documento legal do Ministério Público. Não induziu nada, não distorceu e não mentiu.

Abriu espaço para o contraditório, como a postagem em questão afirma e com uma exclusiva enviada pela assessoria do vereador.

Sentença judicial cumpre-se e fizemos, retiramos a postagem referida.

Agora, vamos questionar. Temos uma história como portal de cinco anos, uma trajetória pessoal de jornalismo de 30, passando por importantes veículos de comunicação de SC e RS, com um trabalho sujeito a erros e acertos, mas sempre pautado pelo interesse público da informação.

 

7 Comentário

  1. Poa caras fazem M.. durante o mandato e depois vao pra justiça para se fazer de vitima.
    Que os eleitores não esqueçam que a Mulher e a filha deste vereador também receberam o auxílio emergencial.

  2. A Justiça acobertando vagabundos . Claro que quem solicitou foi quem foi mencionado.
    Candidatos a reeleição que durante o mandato cometeram atos no mínimo vergonhosos utilizando a justiça para esconder seus atos.
    O informe Blumenau tem que continuar mostrando sim , a juíza ou juiz que deu esta liminar esta equivocado e censurando a mídia local .
    Será que este vereador vai ter alguém que vote nele , se tiver , é porque o povo não tem vergonha .

  3. Mais um absurdo da justiça a pedido de pessoas sem caráter e dignidade .Mas para utilizar do auxílio emergencial , para fazer rachadinhas , não pediu apoio a justiça . Isto se caracteriza como “Censura” e leva o eleitor a errar novamente , pois podem votar nestas pessoas de novo . Mas se votarem, estarão mostrando que são cúmplices de pessoas sem caráter .

  4. Não e só o vereador Becker a justiça eleitoral tem a.missao de.apurar fatos e a mídia deminfirmar e não mascarar e esconder…vamos a fundo que tem mais vereadores envolvidos aí e teem medo de prejudicar suas reeleicoes…vamos abrir nossos olhos e ver em quem vamos virar pois o voto tem sérias consequências…

  5. O segmento político de Blumenau esta desacreditado , todo mês surgem denúncias contra este ou aquele , e a justiça proibi que um jornalista apresente os fatos . Na rua das Palmeiras o segmento político é uma vergonha , se salvar um ou dois ali é muito . Depois vão ao microfone bater no peito e dizer que são honestos , que tem caráter , que os leitores do informe são bocas alugadas . O informe Blumenau deve continuar a informar e os leitores continuarem a comentar, pois não participamos de rachadinhas, não nos beneficiamos do auxilio emergencial e também não temos TAPETES NEGROS em nossas casas .

Deixe uma resposta