Indicação de policial civil de Blumenau para trabalhar na Assembleia gera descontentamento

Não caiu bem entre o pessoal da Polícia Civil a indicação do agente de polícia Alberto Júnior Cordeiro dos Santos para atuar na Assembleia Legislativa. Ele atuava na 2ª DP, na Itoupava Norte, e era o responsável por abrir a delegacia e atender a comunidade.

A reclamação é por conta do já defasado contingente de policiais na cidade. No Portal Transparência, ele está lotado no Gabinete do deputado estadual Ismael dos Santos (PSD).

“A gente espera que o deputado traga efetivo para a cidade, e não nos tire para trabalhar no seu gabinete”, me disse um policial que está na linha de frente da polícia civil de Blumenau.

Conversei com a assessoria do deputado Ismael, que falou que o policial trabalhará na Comissão de Prevenção e Combate as Drogas, presidida pelo deputado, cumprindo funções típicas de polícia judiciária.

Houve o pedido para o governador, que atendeu.  O assessor com quem conversei disse que se o nome do policial está lotado no gabinete há um erro e será corrigido.

2 Comentário

  1. Quem é esse Ismael , é deputado mesmo ? Não se ouve falar desta pessoa , não se vê fazer nada , e agora quer retirar policial da delegacia ?

  2. Mentira!!! Que está na comissão de Prevenção e Combate as Drogas, ele está no setor de transportes deve ser motorista

Deixe uma resposta