Emenda do vereador Ito quer acabar com salário de servidor afastado para responder inquérito administrativo

Foto: Lucas Prudêncio/ Imprensa CMB

O recente episódio da suspensão de dois fiscais da Prefeitura de Blumenau, servidores de carreira, para responderem procedimento administrativo depois que uma sindicância interna apontou que eles praticaram irregularidades no exercício do cargo, revelou uma distorção.

Durante o período do inquérito interno, eles, mesmo afastados, continuarão recebendo seus salários.

O vereador Aílton de Souza, o Ito (PL), que denunciou a máfia dos fiscais na Prefeitura, quer mudar isso. E está propondo uma emenda ao projeto do Executivo, que traz novas regras para o regime dos servidores públicos municipais.

A emenda de Ito prevê que “…servidor somente fará jus a remuneração ou a contagem do tempo de serviço no caso de improcedência do processo administrativo disciplinar.”

O projeto do Governo e a emenda deve ir a votação na próxima quinta-feira ou na semana que vem.

Sobre os fiscais afastados, relembre aqui. 

 

3 Comentário

  1. Vamos aguardar como serão os votos , vamos ver qual vereador vai aprovar e qual vai votar contrário .

    Bela emenda , parabéns ao vereador .

  2. E até ser absolvido, como ele faz para sobreviver, se estes processos estão levando anos para serem concluidos? Isto só serve para perseguir desafetos, serão abertos processos administrativos somente para prejudicar e perseguir. O problema é a demora em concluir os processos administrativos, alguns levam anos, enquanto poderiam ser resolvidos em pouco tempo, questão de um ou dois meses, se houvesse mais celeridade na condução dos processos administrativos.

Deixe uma resposta