Eleições 2016: confira quem deve deixar a Prefeitura até o começo de abril para concorrer

FOTO: Eraldo Schnaider Secom

Dois de abril, seis meses antes da votação em primeiro turno. Este é o prazo para quem ocupa cargo de secretário municipal ou presidente de autarquia e fundações deixar o posto caso tenha interesse em participar do pleito. A movimentação é grande na Prefeitura.

Do PSDB tem a Helecine Luchetta, secretária de Educação, Sylvio Zimmermann, presidente da Fundação Cultural, Sergio Galdino, presidente da Fundação de Desportos, além de Maurício Goll, superintendente do Garcia e Alexandre Caminha, presidente do Procon.

Os secretários de administração, Roni  Wan Dall (PP), o de assistência social, Valdecir Mengarda (PMDB) e o de serviços urbanos, Rafael Jansen (PP), também devem desembarcar.

Ou seja, oito dirigentes da linha de frente da administração Napoleão Bernardes (PSDB) deixarão o governo para disputar a eleição. Quase todos de olho numa vaga na Câmara, com exceção de Wan Dall, que pode aparecer numa composição para majoritária

Fora os que ocupam cargo de segundo escalão, que tem um prazo maior deixar os cargos, até três meses antes do pleito.

FOTO:Eraldo Schnaider/Secom
FOTO:Eraldo Schnaider/Secom

4 Comentário

  1. Nossa campanha vai ser para que ninguém envolvido em política , principalmente os secretarios desda fadada
    administração consigam se eleger . Se são ruins como secretarios, imagina como vereadores .
    Precisamos eleger pessoas que ainda não tomaram o gostinho de mamar nas tetas do governo , caso contrario
    teremos outra composição de pinóquios no legislativo.

  2. Acho que o bom candidato deve ser tu que só sabe falar da vida dos outros !!!

  3. Uma hora o cara é secretário, outra é vereador, e assim o povo vai se ferrando.

Deixe uma resposta