Datafolha: Bolsonaro se mantém nos 28% e Haddad cresce e tem 22%

O Instituto Datafolha divulgou nesta sexta-feira os números da mais recente pesquisa de intenção de voto para Presidente da República. Jair Bolsonaro (PSL) se manteve nos 28%, Fernando Haddad (PT) cresceu 6 pontos e está com 22% das intenções de voto. Pela margem de erro que é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, o candidato do PSL tem entre 26 e 30% e o candidato do PT entre 20 e 24%.

Os números:

Jair Bolsonaro (PSL): 28%
Fernando Haddad (PT): 22%
Ciro Gomes (PDT): 11%
Geraldo Alckmin (PSDB): 10%
Marina Silva (Rede): 5%
João Amoêdo (Novo): 3%
Henrique Meirelles (MDB): 2%
Alvaro Dias (Podemos): 2%
Cabo Daciolo (Patriota): 1%
Vera Lúcia (PSTU): 1%
Guilherme Boulos (PSOL): 1%
João Goulart Filho (PPL): 0%
Eymael (DC): 0%

Branco/nulos: 10%
Não sabe/não respondeu: 5%

Rejeição

Neste levantamento, portanto, os entrevistados podem citar mais de um candidato. Por isso, os resultados somam mais de 100%.

Bolsonaro: 46%
Haddad: 32%
Marina: 28%
Alckmin: 24%
Ciro: 21%
Vera: 18%
Cabo Daciolo: 17%
Eymael: 17%
Boulos: 17%
Meirelles: 16%
Alvaro Dias: 15%
Amoêdo: 14%
João Goulart Filho: 14%

Rejeita todos: 4%
Votaria em qualquer um: 2%
Não sabe/não respondeu: 4%

Simulações de segundo turno

Ciro 42% x 36% Alckmin (branco/nulo: 19%; não sabe: 3%)

Alckmin 45% x 38% Bolsonaro (branco/nulo: 16%; não sabe: 2%)

Ciro 48% x 38% Bolsonaro (branco/nulo: 12%; não sabe: 2%)

Haddad 39% x 39% Alckmin (branco/nulo: 19%; não sabe: 3%)

Haddad 45% x 39% Bolsonaro (branco/nulo: 13%; não sabe: 2%)

Ciro 41% x 35% Haddad (branco/nulo: 19%; não sabe: 3%)

Encomendada pela TV Globo e “Folha de São Paulo”, a pesquisa ouviu entre os dias 26 a 28 de setembro, 9 mil eleitores em 343 municípios.
O nível de confiança da pesquisa é de 95% e está registrada no TSE com o número: BR-08687/2018

Os números completos você encontra no G1

2 Comentário

  1. Pesquisa mais manipulada impossível, datafolha lixo, dia 7 é 17 no primeiro turno.

  2. Ciro Gomes é piada , Haddad é serviçal de presidiário .

Deixe uma resposta