Críticas ao deputado Alba e ao governador marcam pronunciamentos de quatro deputados na Assembleia

Foto: ALESC

Semana passada, escrevi aqui no Informe que o PSL, o Governo Moisés e o deputado Ricardo Alba eram os alvos preferidos das críticas dos vereadores de Blumenau.

O fato se repetiu nesta quarta-feira, 11, mas na Assembleia Legislativa.

Pelo menos quatro deputados usaram a tribuna para criticar o governador e o colega, que estava ausente, com palavras fortes.

O motivo foi a recente reunião dos prefeitos da AMMVI com o governador, na última sexta-feira, 6. Ricardo Alba, presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Vale do Itajaí, foi o único convidado e presente.

Os deputados Milton Hobus (PSD), Ismael dos Santos (PSD), Ivan Naatz (PV) e Laércio Schuster (PSB) usaram expressões como “só foi convidado o parlamentar para bater palma”, “só ele quer aparecer na foto”, “Governo que não respeita os eleitos não merece ocupar o cargo…”, “discriminação”, “governador não responde”, “fizemos papel de bobo” e “qual o projeto para SC?”

Todos ameaçaram deixar a Frente Parlamentar presidida por Alba.

O mais veemente foi Laércio Schuster, ex-prefeito de Timbó, que criticou muito a proposta do Governo de repassar a manutenção de rodovias estaduais para municípios, com um valor considerado insuficiente.

“O governo ofereceu aos prefeitos muito pouco, insistiu numa prática de municipalização de rodovias, para que prefeitos arquem com tapa-buracos, roçadas, sinalizações, dando aos prefeitos R$ 1,6 mil por quilômetro, mas quem foi prefeito sabe que não paga nem o salário do operador da máquina e muito menos a máquina. Soube que a Frente de que faço parte estava representada, mas não fui convidado”, registrou Láercio Schuster.

Milton Hobus, presidente do PSD, mesmo partido do presidente da Assembleia, Julio Garcia, também foi na jugular.

“Uma coisa tem de nos unir: a prerrogativa do respeito que a Assembleia deve ter por parte do Executivo. Somos 40 deputados legitimamente eleitos, defendendo os interesses de Santa Catarina e não podemos aceitar medidas infantis como esta; o deputado Ricardo Alba (PSL) não está presente, com todo respeito ao deputado Alba, a Frente não existe mais ”, analisou o deputado Hobus.

Ivan Naatz também deu aquela pegada costumeira.

“ A Frente Parlamentar em Defesa do Vale do Itajaí não pode servir só para tirar fotografia “, alfinetou.

“Ele não pode ir ao governador em nome da Frente sem nos comunicar, fizemos papel de bobo, de palhaço, soube pela imprensa”, falou o deputado Ismael dos Santos sobre Ricardo Alba.

Abaixo um aparte do deputado Laércio.

2 Comentário

  1. Se esse 4 Deputados que criticaram O Governador, querem aparecer, que subam na torre da Catedral de Blumenau. Só olham para o seu “umbigo”. Oque estão fazendo pela nossa região???

Deixe uma resposta