CPMI das Fake News pauta convocação de Dilma, Lula e Carlos Bolsonaro

Senador Ângelo Coronel (PSD-BA), presidente da CMPI das Fake News. Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O senador Ângelo Coronel (PSD-BA), presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News, pretende colocar nesta semana em votação, 80 requerimentos para convocações e convites.

Entre os possíveis convocados estão os ex-presidentes, Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva e o vereador do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro (PSC), responsável pelas redes sociais do presidente Jair Bolsonaro.

Coronel também deve submeter ao plenário do colegiado a reconvocação de Hans River do Nascimento, ex-funcionário da empresa Yacows, acusada de disparar mensagens em massa durante as eleições de 2018.

Após seu depoimento à CPI, na semana passada, Hans foi denunciado pela relatora da CPI, deputada Lídice da Mata (PSB-BA), à Procuradoria-Geral da República por falso testemunho. Diante de deputados e senadores, ele sugeriu que a jornalista Patrícia Campos Mello, da Folha de S.Paulo, se insinuou sexualmente para ele em troca de informações que embasassem sua reportagem.

A versão dele foi desmontada pela própria Folha, que divulgou as trocas de mensagem que manteve com o funcionário. A declaração também foi repudiada por entidades e autoridades, mas explorada pelo deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e outros bolsonaristas.

Com informações do Congresso em Foco

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta