Condenação de Moro anulada, Olimpio cogita saída do PSL, desgastes diplomáticos, ajuda da Europa e a exploração de terras indígenas

Condenação anulada

O Supremo anulou pela primeira vez uma condenação do então juiz Sergio Moro.

Por 3 votos a 1, a corte tornou sem efeito a condenação de Aldemir Bendine, ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil, por corrupção e lavagem de dinheiro.

Com informações: Folha

Major Olimpio de saída

O senador pelo PSL de São Paulo, Major Olimpio, disse ao Estadão, que está pensando em deixar o partido do presidente Bolsonaro.

“Eu aprendi na vida que são os incomodados que se mudam. Então, se eu estou incomodado, devo me mudar”, disse Olimpio, que também é líder do partido no Senado e já foi presidente estadual do partido, que ficou na mão de Eduardo Bolsonaro.

O senador vem cultivando alguns atritos com a nova diretoria estadual. Sem entrar em detalhes, ele alega apenas que vem tendo “alguns incômodos” que o levam a considerar essa saída do partido.

Desgastes diplomáticos

Em meio a uma crise internacional na Amazônia, com diversas declarações complicadas entre várias frentes interessadas em nossa floresta, o governo Bolsonaro deve enfrentar mais um desgaste diplomático.

O Planalto quer atrasar a entrada da Bolívia no Mercosul. A decisão se dá por críticas do presidente boliviano, Evo Morales, sobre a política brasileira de armas e a ajuda europeia para conter as queimadas e o desmatamento na região amazônica.

Com informações: UOL

Governo aceita doação

O governo brasileiro aceitou a doação de 10 milhões de libras (cerca de R$ 50 milhões) vindos da Europa para o combate de incêndios na região amazônica. A ajuda foi acertada na tarde desta terça-feira, por telefone, entre um representante do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e o ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

O governo ainda não detalhou como o dinheiro será usado.

Com informações: CBN

Exploração de terras indígenas

Por 33 votos a favor e 18 contra, a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, aprovou uma emenda que libera a exploração de terras indígenas para a agropecuária.

Ainda precisa passar por comissão especial e plenário. O texto defende que os índios possam usar suas terras de forma direta e autônoma.

Resumo do Brasil: condenação de Moro anulada, Olimpio cogita saída do PSL, desgastes diplomáticos, ajuda da Europa e a exploração de terras indígenas.

4 Comentário

  1. Que novidade… os bandidos do STF-Sistema Totalmente Falido absolverem o bandido Aldemir Bendine…

    Patético é ver também a Europa querer “ajudar” (ou internacionalizar) nas queimadas da Amazônia agora, quando nas gestões golpistas esquerdistas anteriores as queimadas eram maiores e a Europa nem abria a boca pra isso!

  2. A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal nem mesmo discutiu as provas dos crimes de corrupção que condenaram Aldemir Bendine,
    ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil. Mesmo sob risco de abrir as portas da cadeia para ladrões indiscutíveis,
    a Segunda Turma se apegou a tecnicalidades processuais para anular o processo e devolvê-lo à estaca zero.
    E deu grande alento à velha impunidade.
    Horas depois da decisão que livrou o “bode na sala” Bendine, com insultos à força-tarefa da Lava Jato, Lula já apresentava seu recurso.
    Agora faz sentido o aviso categórico de Paulo Okamoto a petistas, em intrigante visita a Brasília, sexta (23): “Lula será solto em dois meses”.
    https://diariodopoder.com.br/bendine-era-apenas-o-bode-na-sala-para-criar-precedente-e-libertar-lula/

Deixe uma resposta