Cinco regiões de SC pioram situação na nova atualização da Matriz de Risco da Covid-19

Imagem: divulgação

A Matriz de Risco Potencial divulgada nesta quarta-feira, 13, pelo Governo de Santa Catarina e Secretaria de Estado da Saúde (SES) classifica 13 das 16 regiões de saúde do estado como em alerta gravíssimo (cor vermelha) para transmissão do novo coronavírus, entre elas o Médio Vale do Itajaí. No último boletim, divulgado no dia 7, eram 10 regiões em estado gravíssimo.

As regiões da Grande Florianópolis, Carbonífera e Alto Vale do Itajaí foram classificadas em nível grave (cor laranja). Em relação aos dados da última semana, cinco regiões apresentaram agravamento da situação: Alto Uruguai Catarinense, Extremo Oeste, Extremo Sul, Laguna e Serra Catarinense, que foram reclassificadas para o nível gravíssimo (cor vermelha). A região do Alto Vale do Itajaí manteve a classificação no nível grave.

Confira a matriz na íntegra.

A transmissibilidade apresentou praticamente todas as regiões em nível gravíssimo, à exceção das regiões da Serra e Carbonífera.

De acordo com a epidemiologista Maria Cristina Willemann, a maioria das regiões apresentada ocupação de leitos acima dos 70%. “O que mais chamou a atenção foi um aumento no número de casos confirmados durante a semana, o que possivelmente é um indicativo de como a pandemia pode se encaminhar nas próximas semanas”, completa.

500 mil pacientes recuperados

Nesta terça-feira, 12, o estado de Santa Catarina ultrapassou os 500 mil casos recuperados da Covid-19. O primeiro registro de paciente positivo foi confirmado no dia 12 de março. Na taxa de letalidade, o estado segue com o menor índice do país, com 1,09%, seguido de Roraima (1,14%) e Tocantins (1,37%).

Fonte: Governo SC

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta