Chuva em Blumenau, incertezas e prevenção

Passei a tarde acompanhando a aflição de moradores e comerciantes por conta da chuva e das dúvidas. Quanto o rio vai atingir? Vai chover muito? E as barragens, qual a situação?

Infelizmente a velocidade das informações não é suficiente para amenizar a ansiedade da população, mesmo em tempos de WhatsApp e Facebook. E infelizmente também as autoridades não conseguem transmití-las com qualidade, com clareza. Essa foi a grande reclamação nas ruas de Blumenau nesta quinta,22.

Vale lembrar que hoje pela manhã, 9 horas, a projeção oficial era para apenas seis horas e o anúncio foi de que o Itajaí Açu chegaria a 8,30 metros, chegou a 8,91 metros às 15h. Mais tarde, perto do meio dia, as autoridades falaram em 9,30 para 21 horas, índice atingido às 17 horas. A nova previsão para 21 horas é de 10 metros.

Pelo sim, pelo não, a grande maioria dos lojistas do centro da cidade usou a tarde para retirar os produtos e fechou os estabelecimentos mais cedo. A recomendação oficial da CDL, liderada pelo Hélio Roncáglio, é de que é melhor prevenir do que remediar. Ou seja, o pior é  perder o estoque, perder o material de exposição, etc, etc. Foi isso que a maioria fez, inclusive nos bairros.

É preciso dizer que no bairro onde moro, na Fortaleza, são tradicionais os alagamentos e muita gente se preveniu a tarde. Mas com  9,30 não houve alagamento e a comunidade atribui ao dique. Se é isso mesmo, parabéns ao pessoal da Prefeitura, mostra a importância da obra.

Os supermercados lotaram hoje a tarde e as prateleiras ficaram vazias. Não sabendo o que pode acontecer, muita gente foi as compras. O Procon alerta para possíveis abusos e disso trato em outro post.

Chuvas supermercado

Uma discussão ocorrida hoje a noite, diz respeito a Oktoberfest. O colega Pancho fez uma entrevista com o diretor Parque Vila Germânica e colocou no Facebook. Ricardo Stodieck garantiu a realização da festa esta noite e muita gente xingou. Não entendo. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Vi muitos turistas nas ruas e muita gente depende economicamente da nossa maior atração turística. Ela só deve ser cancelada em situação extrema.

chuvas turistas

E por fim, o turismo macabro. Muitos foram as ruas, com celular na mão, registrar o que estava acontecendo. Podemos ficar incomodados, mas a cidade gira em torno do rio hoje e não podemos culpar as pessoas por isso.

Foto: Alexandre Gonçalves / Informe Blumenau
Foto: Alexandre Gonçalves / Informe Blumenau

Daqui a pouco, 18 horas, vem outra previsão, atualizada. Não chove, mas as barragens estão cheias e precisarão ser escoadas. É para isso que precisamos ficar atentos.

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta