ACIB cobra secretário Kleinübing sobre Hemosc

Foto: divulgação

A associação empresarial de Blumenau mandou um ofício ao secretário de Estado da Saúde nesta terça-feira, 27, João Paulo Kleinübing, cobrando a regularização nos serviços prestados pelo Hemosc de Blumenau. Seria mais fácil conversar com o secretário aqui, visto que ele está de férias, para ajudar nas campanhas eleitorais.

A ACIB tomou conhecimento de que o Hemocentro suspendeu o cadastro de novos doadores de medula óssea de não aparentados, coletas de sangue de cordão umbilical e coletas externas de sangue, por falta de repasse de recursos do Governo de Santa Catarina, além da dívida que ultrapassa os R$ 50 milhões.

Foto: divulgação
Foto: divulgação

No ofício diz: “Em Blumenau, a suspensão afeta a coleta externa feita em Itajaí, onde eram registrados em média 60 doadores por semana. Nos últimos dois meses, o serviço já havia sido reduzido para três vezes por mês por redução de custos. Cada doação equivale a uma bolsa que varia de 400 ml a 470 ml cada. Com isso, o impacto deve ser de pelo menos 24 litros de sangue a menos por semana caso o serviço siga interrompido”.

A ACIB também questiona a dívida do Hemosc com fornecedores, de aproximadamente R$ 1,9 milhão em materiais nacionais e R$ 2,3 milhões em materiais importados já adquiridos com faturas vencidas ou a vencer em breve.

O documento foi assinado pelo presidente Carlos Tavares D’Amaral,.

2 Comentário

  1. E nas propagandas eleitorais o que mais ouvimos é que a saude esta bem cuidada , só se for a deles , pois tudo que envolve saude , inclusive o Hemosc esta neste estado .

  2. Muitos empresários me parecem serem meio sadomasoquistas. Acho que votam no Colombo (com certeza não foi no Cláudio Vignatti) porque gostam de apanhar. Só pode. Senão como explicar 4 anos de lamurias?

Deixe uma resposta