A volta por cima

Paulo França (MDB), Cesar Botelho e Dalirio Beber (ambos PSDB) sempre foram muito próximos, por laços de amizade e da política.

Um dos “mentores” do ex-prefeito Napoleão Bernardes (PSDB), Dalirio perdeu força no final do primeiro mandato, mas com a morte de Luiz Henrique da Silveira (MDB), virou senador e recuperou protagonismo, em Blumenau e no PSDB.

Já Paulo França e Cesar Botelho lideraram o MDB de Blumenau por 20 anos. Eram acusados de impedir o surgimento de novas lideranças locais e de fazer com que o partido sempre estivesse a reboque dos outros. Em 2015 veio a intervenção no partido, determinada  pelo presidente Mauro Mariani, primeiro com o reitor João Natel e depois o empresário Ericsson Luef, sempre em nome de uma candidatura própria a prefeito.

Botelho e um grupo migraram para o PSDB e Paulo França ficou onde estava. A candidatura do partido não veio, a sigla apoiou a reeleição de Napoleão (que era a proposta França e Botelho). Com a vitória tucana, a pedido do então PMDB, Paulo França, que era secretário de Obras,  teve que deixar a vaga para um adversário interno, Régis Evaloir da Silva, e não aceitou outro cargo de compensação. Aguardou quieto.

César Botelho, já como tucano, virou diretor da Secretaria de Desenvolvimento Urbano.

Cerca de um ano depois, Paulo França é secretário de Estado de Infraestrutura e presidente do Deinfra, homem de confiança do governador Pinho Moreira (MDB) e Botelho assumiu a Chefia de Gabinete do novo prefeito Mário Hildebrandt (PSB).

E voltaram a ter o protagonismo que sempre tiveram. Os três – Dalirio, França e Botelho – são ruins de votos, mas bons de trabalho e articulação.

E voltam ter participação ativa no processo político local.  Como é possível perceber na foto registrada nesta segunda-feira, em Florianópolis.

Foto: divulgação

4 Comentário

  1. Sempre as mesmas moscas, isto justifica a nossa representatividade e o caus financeiro.

  2. Põe ruins de voto nisso. Imagine uma mala em formato triangular e sem rodinhas, assim são os três como candidatos …

  3. Nestas próximas eleições nós lhes daremos o troco!

  4. Ruins de votos , mas expert como subservientes do poder , anos e anos encostados .

Deixe uma resposta