A parte boa na concorrência no telejornalismo local

A NSC anuncia mudanças no seu principal produto regional, o Jornal do Almoço, a partir da próxima segunda-feira, 19. Entre as novidades, a principal é a ampliação do horário de conteúdo local, das 12h às 13h. Atualmente, o JA vai até 12h50, sendo que dois blocos são feitos por Florianópolis.

A mudança acontece em Blumenau e em todas as praças onde a NSC tem emissora. E apesar do anúncio oficial, as mudanças tem relação com a queda de audiência em comparação com a principal concorrente, a RICTV Record, que está líder no Ibope em Joinville e Itajaí e cresceu bastante em Blumenau, diminuindo a diferença para cerca de 1%.

Conheço bem desta realidade. Em 2004, quando começamos a Rede SC, que depois virou RIC TV, o Jornal do Almoço tinha apenas 17 minutos de produção local, enquanto o então SBT Meio Dia oferecia uma hora de programação totalmente produzida na região.

Em 2009 e 2010 a RIC TV superou a concorrente no Ibope, que fez a RBS tirar os blocos estaduais, que tinham, por exemplo, a participação de Cacau Menezes e investir totalmente na programação regional.

Depois que reconquistaram a audiência, voltaram a dividir espaço com os apresentadores de Florianópolis, a cabeça de rede. E mais uma vez os telespectadores deram o recado no Ibope.

Apesar da inevitável globalização e a notícia na palma da mão, as pessoas ainda querem saber o que acontece no seu entorno, na sua aldeia.

Com a mudança, ganha a comunidade.

Confira o material de divulgação da NSC.

O seu Jornal do Almoço está preparando uma série de novidades para o público de Blumenau e região. O programa jornalístico da NSC TV terá novos quadros comunitários, ainda mais notícias regionais, participação de especialistas e uma apresentação inteiramente local.

  • A partir do dia 19 de agosto, eu vou estar com você durante todo o tempo do Jornal do Almoço, do meio-dia até uma hora da tarde, com os assuntos mais relevantes da nossa região – resume a editora e apresentadora do JA, Adriana Krauss.

A prioridade continua sendo o noticiário. O JA dará ainda mais espaço aos principais fatos do dia com participações das equipes ao vivo do local dos acontecimentos e também com informações de repórteres e análises de comentaristas diretamente das redações da NSC Comunicação.

  • A participação do público é um dos pilares deste novo momento do JA. Estamos preparando novos quadros para que a comunidade tenha cada vez mais voz no telejornal – afirma o gerente regional de jornalismo da NSC, Domingos Aquino.

Os telespectadores poderão participar em tempo real, por meio de uma plataforma que conecta o Whatsapp à tela do JA. Será possível enviar sugestões de reportagens, fotos ou vídeos de problemas ou de boas histórias e também compartilhar pontos de vista sobre os principais assuntos do noticiário.

Uma das novidades é o quadro “Seu Problema É Nosso”, que começa com o envio de uma foto ou um vídeo em que o telespectador mostra algo que o poder público precisa resolver. Na sequência, a reportagem da NSC TV vai aprofundar o assunto, cobrar as autoridades e acompanhar o caso até sua solução.

No quadro “Me Conta Sua História”, a apresentadora Adriana Krauss vai selecionar sugestões enviadas por telespectadores via Whatsapp. A prioridade é para pessoas da comunidade que tenham uma bela história de superação ou de inspiração para compartilhar com o público.

O já bem-sucedido quadro “Quero Saber” ganha uma versão também local. Especialistas que atuam em Blumenau vão responder perguntas do público.

Universo pet, dicas sobre o uso de ferramentas tecnológicas no dia a dia, receitas culinárias deliciosas e de baixo custo, assuntos de reuniões de condomínio e orientações sobre prevenção a drogas são outras novidades que farão parte do mix de assuntos do seu JA.

  • Vamos estar cada vez mais perto das pessoas, mostrando suas alegrias e suas dores. Os problemas de infraestrutura, do cotidiano, assim como a agenda positiva, a riqueza de sua cultura, por exemplo. As comunidades se verão muito mais no Jornal do Almoço – diz César Seabra, diretor de Jornalismo da NSC Comunicação.

1 Comentário

  1. A concorrência faz as empresas buscarem alternativas , quem ganha é o cliente .

Deixe uma resposta