A força do PL em Blumenau e na região

Foto: Informe Blumenau

O ato político de filiação do deputado estadual Ivan Naatz e a realização do seminário regional do PL em Blumenau permite muitas leituras e pretendo fazê-las neste post e em outros, inclusive com uma entrevista com o Senador Jorginho Mello, presidente estadual.

Neste post vou me ater apenas na representatividade do ato e dos presentes, realizado na Sociedade Fortaleza Tribess neste sábado.

Umas 150 pessoas, talvez 200 estavam presentes, de várias cidades da região.

Além do senador, cinco outros deputados estaduais participaram, sendo dois da ala dissidente do PSL, Sargento Lima e Ana Paula Campagnolo e os colegas de sigla, Nilso Berlanda, Marcius Machado e Mauricio Eskudlark. Os colegas da bancada de Blumenau, Ismael dos Santos (PSD) e Ricardo Alba (PSL) não compareceram.

Vereadores de várias cidades estavam presentes, entre eles Pedrão, de Florianópolis, que  é o com maior votação no estado e se filiará nos próximos dias, pré-candidato do PL na capital. De Blumenau, Marcelo Lanzarin (MDB), Professor Gilson (PSD), Adriano Pereira (PT) e o Aíton de Souza, o Ito, que ainda está filiado no PL, mas não deve permanecer. Dos três vereadores que estavam quase certos para filiar-se no PL segundo Ivan Naatz, dois não apareceram.

Tinham dois prefeitos do Alto Vale, um deles é de Pouso Redondo e o outro não anotei. O prefeito de Blumenau, Mário Hildebrandt (sem partido), que foi convidado a ingressar na sigla, também não apareceu.

Dois representantes de partidos em Blumenau participaram, do  Republicanos e do PRTB.

Outro destaque foi o Alexandro Fernandes, ex-braço direito e esquerdo de Napoleão Bernardes, ex-homem forte da Prefeitura, que será o coordenador regional. “O melhor quadro político de Blumenau a gente trouxe para construir o PL em Blumenau”, disse o anfitrião Naatz.

Nas falas, palavras em defesa da pré-candidatura de Jorginho Mello para governador, alfinetadas no governador Carlos Moisés (PSL) e apoio fechado ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Muitos assuntos para outros posts.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta