A conversa de Napoleão e Mário Hildebrandt e para onde vai o PSD em Blumenau

Foto: Facebook

Deixo claro no início. Esta foto é de arquivo e este post é pura especulação. Explico.

Por acaso, recebi a informação que o ex-prefeito Napoleão Bernardes (PSD) esteve na Prefeitura numa longa conversa com o prefeito Mário Hildebrandt (Podemos) na semana passada.

Tentei confirmar o teor do papo, mas não consegui. Mas recebi algumas luzes sobre como está a intricada negociação para as composições da chapa majoritária.

A dobradinha do PSD com João Paulo Kleinübing (DEM) é dada como certa para quase todos, com o partido indicando o vice, o empresário Ronaldo Baumgarten Jr. Até o final do ano passado, a dobradinha estava se desenhando com o projeto de reeleição de Hildebrandt, mas com a confirmação do nome do ex-prefeito no tabuleiro eleitoral a situação mudou, até pela afinidade dele com Baumgarten e vice versa.

Mas o jogo ainda não está jogado e quem acompanha sabe que somente no prazo limite previsto pelo TRE, nas convenções partidárias entre 31 de agosto e 16 de setembro, é possível ter a certeza das composições, basta lembrar o que aconteceu com Napoleão e JPK na eleição para o Governo do Estado em 2018.

Não há consenso entre os pré-candidatos a vereadores do PSD sobre o apoio a Kleinübing, uma parte visualiza que apoiar o projeto do prefeito Mário viabilizaria uma estrutura melhor de campanha.

Além disso, lideranças estaduais do PSD olham com cautela a aliança em Blumenau, com a preocupação de fortalecer possíveis adversários para 2022, como o próprio Kleinübing e Esperidião Amin (PP).

E voltando a conversa de Napoleão com o Mário, motivo de toda esta especulação. Como escrevi antes, não sei o que aconteceu.

Agora, a linha da campanha de Kleinübing deve ser mostrar o que sua gestão fez mais que a de seu sucessor, no caso Napoleão, representada hoje por Hildebrandt.  O ex-tucano, que já disse que apoiará o candidato que o PSD referendar, ficará numa saia justa virando vitrine no período eleitoral. Imagino que ele prefira evitar isso, sem falar na afinidade pessoal com aquele que foi seu vice.

 

 

3 Comentário

  1. Eles deveriam pensar em como governar bem , como utilizar os recursos dos nossos impostos , e parar com negociatas políticas . Mario já fez , ou não fez o que deveria ter feito , reeleição jamais .
    Quantos ao apoio dos vereadores , estes não podemos contar , mudam conforme o vento sopra , estão preocupados é com os cargos comissionados
    e as secretárias , salvo um ou dois no máximo , e olhe lá . Espero que desta vez o povo saiba votar , não reelegendo ninguém , elegendo pessoas novas , sem histórico de politicagem , para não termos que ver novamente vereador investigado pelo MP sendo eleito , não ver vereador utilizando auxilio emergencial , não ver vereador chamando munícipe de boca alugada porque fazem as suas besteiras , mas não são homens para assumir seus atos .Chega de politiqueiros , vamos eleger pessoas com vontade de fazer , chega de politicagem , chega de eleger pessoas que fazem da política , carreira profissional.
    Quiça o povo acordasse e lembrasse de tudo o que vimos nos últimos 4 anos , ou o que não vimos, pois deve ser bem pior .

  2. Por mais trambiques, obras superfaturadas e contratos suspeitos com RACLI e Piracicabomba, Napo e Mário estiveram entre os menos ruins dos últimos 30 anos. Antes deles só o Décio lembrou que os bairros existiam. Mas não vejo o Mário continuando com as obras após a reeleição.

Deixe uma resposta