Governo Federal e a reforma administrativa de “mentirinha”

Quando um governante anuncia redução do próprio salário e dos salários dos integrantes da linha de frente da administração e também a redução dos cargos comissionados, muitos acham uma demagogia e poucos efeitos práticos. Dá para concordar, mas o pior mesmo é não fazer algo.

Agora pior mesmo é anunciar uma medida de pouca envergadura e não cumprir. O jornal O Globo divulgou hoje uma reportagem onde mostra que a reforma administrativa proposta pela presidente Dilma Rousseff (PT) em outubro desse ano não andou, a começar por ela mesmo. O anúncio do corte de 10% do salário dela e do vice-presidente Michel Temer (PMDB) não aconteceu segundo o jornal carioca.dilma_rouseff_pt_4

Isso sem falar na redução dos cargos de confiança. Apenas 346 foram extintos, de uma promessa de três mil. 30 secretarias seriam fechadas na promessa do Governo, mas foram apenas sete. A economia prevista de R$ 200 milhões, está em R$ 16,1 milhões.

Claro, existem muitas explicações e a reportagem completa você confere aqui. 

Agora, fica difícil acreditar, quando mesmo numa crise que coloca o Governo Dilma numa berlinda e tanto, nem o mínimo que é anunciado é cumprido.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta